Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORDEM E PROGRESSO

§   
O POVO TEM CULPA PELOS ERROS  E ROBALHEIRAS DO GOVERNO? 

§
  
O POVO VOTA ERRADO E POR ISSO MERECE UM GOVERNO FRAUDULENTO?

* Não, eu não acho que o povo esteja votando errado. O povo, realmente, não sabe votar e não pode ser punido por isso.

Somos uma país de dimensão continental, com uma cultura múltipla, vários níveis de ensino, várias vertentes e princípios espalhados pelos colonizadores que aqui estiveram e deixaram suas marcas...

O povo brasileiro é maravilhoso, mas são reféns de pessoas que, a cada dia, nos surpreendem com golpes baixos... Pessoas que acreditávamos e nos traíram.

> Minha resposta é que o povo não tem culpa por não saber votar. Por que?

- Porque estamos falando de um país...

> Cuja educação é tratada como mero instrumento para conquista eleitoreira... Negros e brancos são diferenciados pela cor quando, na verdade, são seres humanos com a mesma capacidade e, portanto, dignos do mesmo respeito;

> Cotas separadas na faculdade, significa, a meu ver, um preconceito descabido, ou seja, atitudes que comprovam a incapacidade administrativa do governo para tratar assuntos fundamentais ao desenvolvimento do país...

> Cujo desmatamento corre a solta, sem controle eficaz para impedir a industria madeireira clandestina pertencente a outros países que se infiltram em nosso território sem nenhum empecilho...

> Um país que obriga os habitantes das regiões ribeirinhas a unirem-se ao tráfico madeireiro e à industria farmacêutica, que exploram nossas florestas em busca de ervas para pesquisas laboratoriais (levando nosso produto e nosso dinheiro para outros cofres), tudo isso por conta da fome e da miséria que lhes é imposta.

> Crianças da região Amazônica de pés descalços e sem roupas;

> Crianças desnutridas, muitas vezes socorridas por ONGS ou pela Pastoral da igreja, bem como pela ajuda individual de pessoas que fazem a parte delas sem estardalhaço algum;

> A pesca que mata a fome é proibida e a corrupção permitida. (Pescar é bíblico). Os peixes não acabarão se usados para matar a fome; Mas aqui é oito ou oitenta...Nem muito, nem tampouco;

> Ainda não sou advogada e acho que não serei, pois abandonei a faculdade faltando 3 períodos desacreditando da justiça do país. Tudo aqui é vergonhoso!

> O povo vota errado porque não tem educação política... O Brasil ainda tem analfabetos e semi-analfabetos...

> O povo vota errado porque é enganado.

> Temos bolsa "escola" (esmola) que ajuda a aumentar o nascimento de crianças, ou seja, pais que, desculpem o termo, fazem filhos para receber o bolsa escola, dando exemplos de ociosidade às crianças.

> Vivemos num PAÍS DESCOMPROMISSADO com a "Ordem e o Progresso"...

> Vivemos num país que depreda escolas que foram construídas por outros partidos, como foi o caso dos CIEPS no Rio de Janeiro na gestão de Leonel Brizola e Darcy Ribeiro.

> As crianças estudavam em horário integral, possuíam atendimento médico, dentário, ganhavam uniformes, eram alientadas, recebiam todo material escolar, eram orientadas ao curso técnico profissionalizante (atualmente muito pouco divulgado, mas com grande importância nos países de primeiro mundo, como é o caso da Alemanha).

> Não quero aqui defender a figura dos políticos que acabei de citar, mas recordo perfeitamente de como era o carnaval do Rio de Janeiro quando a Riotur armava todos os anos as arquibancadas para o desfile das escolas e enfeitava a cidade para receber os turistas. Tudo isso ocorria no período da ditadura militar. Era um circo de corrupção e robalheira, cujo jogo era de cartas marcadas. A contravenção era grande e foi aí que a máfia atual se instaurou.

> Depois do projeto engendrado por Darcy Ribeiro, seguindo a linha de pensamento do Leonel Brizola, que objetivava encher o país de escolas, o Niemayer que acompanhou um dos maiores estadistas desse país - o Jucelino Kubitschek de Oliveira - (seu pior erro foi não ter se precavido contra quem queria sua cabeça na bandeja, como Salomé quis a de João Baptista) , construiu o sambódromo que funciona como escola o ano inteiro e é palco de um dos maiores espetáculos da terra. Outros Estados copiaram essa idéia, como São Paulo, por exemplo.

> Há em Parintins o Bumbódromo com arquibancada construída especialmente para abrigar o Festival Folclórico e, fora da época de festas, abriga uma escola municipal com 18 salas de aula.

> Para que servem as escolas se não há professores bem remunerados e preparados para exercerem sua digna profissão?

> Eu já vi professora primária escrevendo casa com "Z" e "posso" (presente do indicativo do do verbo possuir) com "ç". As crianças ensinadas por essa profeÇora (tem que ser com “ç”, porque professora com dois “SS” é a que aprendeu certo e sabe ensinar) “poÇuem” uma base enorme para enfrentar os bancos de uma faculdade, sejam elas negras ou brancas. (???!!!!).

> Isso não é um deboche, tampouco me orgulho de tal coisa. Sinto muito que essas pessoas tenham estudado para isso e, pior, para ensinar outras pessoas. É triste, minha gente...é muito triste...

> Como esses jovens, detentores de tão rara educação, vão entender e se preocupar com o que está acontecendo no país?

> Falar em política com os jovens atuais é o mesmo que ser "Quadrado" para as gerações passadas... É estar fora do contexto, porque eles fazem cara de paisagem. Sabe o que é fazer cara de paisagem? É ficar olhando para o alto... sem objetivo, . sem cunho, sem ideal... Olham para o horizonte e não fiscalizam nem suas próprias vidas. E isso não é por culpa deles. Isso é culpa de uma sociedade inerte, calada, sem argumento...

> Por que falar, argumentar, se não entendem nada?

> Por que falar se quicam como bolas em torno de assuntos que nunca se resolvem, principalmente quando se trata de justiça num cômpito geral?

> Então, me desculpem, mas o povo não tem culpa de escolher errado. A culpa está com aqueles que detém o poder e não se preocupam em dar educação digna ao seu povo.

> Ouvia sempre minha mãe dizer: "Mente sã, corpo são". Ditado que engloba uma série de fatores que estamos muito longe de atingir.

> Nossa mente está poluída e nosso corpo entregue às academias, como se o exercício para manter a forma física também valesse para mantermos nossa forma espiritual que se molda apenas a dignidade de nosso ser.
.
> É por isso que somos tratados como palhaços e, como eu, sendo repetitiva, coloco minha bandeira VERDE DE RAIVA e AMARELA de MEDO em frente à ANTA do Presidente coronelista, vulgo Chavista, que quer ganhar no grito esquivando-se da capacidade de discernimento e da sabedoria. Afinal, nosso dignissimo Presidente tem uma assessoria ferrenha, no que diz respeito a liberdade de expressão dos outros contra o PT, mas quando ele era um metalurgico ficava encenando discursos que "esquece de lembrar", da mesma forma que nunca soube das falcatruas que aconteceram e as que acontecem diáriamente naquele Palácio de PODRES PODERES.

> A próxima robalheira está chegando à tona... Os lacaios já estão se preparando para o MINISTÉRIO DAS MINAS E ENERGIAS. Aí sim... Milhões de reais serão desviados, enquanto o governo patrocina a nobre PETROBRAS.

> Estamos chegando frente a um período em que as consciências já estão prontas para os modelos apresentados à sociedade. Nem sindicato, qualquer hora, teremos mais.

> Como disse o Diogo Mainardi no programa do Jô exibido esta semana, o Lula, que é a ANTA do Diogo, já era... acabou!

> Falar com ele ou sobre ele é perda de tempo, porque quem quiser adular um presidente como o Lula, achando e gritando que seu governo é perfeito para os pobres, consegue assinar, por si mesmo, um atestado de insanidade.

> Dar a volta por cima é dever de todos nós que, com um pouco mais de cultura, temos o compromisso de alertarmos aqueles que desconhecem seus direitos e as leis tortas do país... Decretos, leis capengas, emendas e REMENDOS repristinados. Os advogados sabem que as leis são revogadas e repristinadas. Coisas do Brasil.

> Não dá pena do povo?

> É triste a palavra pena, mas é um sentimento pequeno como é a ordem, o progresso e o desenvolvimento “das coisas brasileiras”.

> Fico com uma imensa saudade do Gonzaguinha e repito como ele:
"EU ACREDITO É NA RAPAZIADA E PONHO FÉ NA MOÇADA QUE PODE VIRAR ESSE PAÍS!"


Abraços fraternos e meus respeitos a opinião pessoal de todos.

MEG KLOPPER

MEG KLOPPER
Enviado por MEG KLOPPER em 10/11/2007
Reeditado em 13/11/2007
Código do texto: T731741

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Enviando um e. mail solicitando autorização.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
MEG KLOPPER
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
314 textos (925038 leituras)
38 áudios (68670 audições)
3 e-livros (3148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 03:07)
MEG KLOPPER

Site do Escritor