Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Marcelo Torca
Paulicéia - São Paulo - Brasil, 44 anos
804 textos (455800 leituras)
545 áudios (160774 audições)
358 e-livros (318416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/05/17 19:50)
Marcelo Torca

Textos do autor
Áudios do autor
Perfil
Os nomes: Marcelo Torca, Nhô Celo, Morales, Mamo Cato, são pseudônimos do músico, compositor e escritor Marcelo M. Torcato, cuja formação está baseada no piano clássico, e a sua atuação compreende a Música Popular, Música Clássica, Música Instrumental, onde escreve por quatro compositores, ou como se fosse.
Marcelo Torca é o compositor e escritor que atua no ramo da música instrumental e clássica, é o nome de apresentação, de divulgação e de comercialização, dentro da música instrumental trabalha com vários elementos harmônicos, melódicos e rítimicos, faz arranjos, possui músicas de autoria própria nos estilos: Caipira, Carnaval, Samba, Chorinho, Clássico. Como compositor faz várias experimentações e com vários instrumentos, desde instrumentos solos, até orquestras. Como escritor, atua na área de poesia, conto, crônicas. É responsável pelos projetos Piano Musical, Orguestra Grupo Instrumental, Orquestra de Sopros Sinfônica Brasileira, Piano Contemporâneo, Piano a Quatro e a Seis Mãos, Curso de Música Gratuito, Antologias Literárias, Métodos de Música.
Mamo Cato pertence ao Rock Punk e Metal, onde a linha de atuação principal é de crítica a Sociedade, possui um som pesado, alegre, triste dependendo do tema a ser abordado, trabalha com guitarra, baixo, bateria, canto e teclado, pode-se destacar as músicas: Política Social, Rock Paulicéia, Liberdade. Política Social é um conjunto de dez músicas, onde o compositor deixa registrada a sua opinião referente a organização social, tem um som mais Punk, já Rock Paulicéia segue uma linha mais Rock, são dez músicas para agitar, onde os temas abordados são do cotidiano.
Nhô Celo segue a linha Caipira, onde as músicas falam sobre a vida no campo, no rancho, à beira do rio, sobre a organização da pessoa humana na zona rural, é um estilo regionalista e difunde o jeito de viver de uma determinada região, pertencente ao Interior Paulista, às margens do Rio Paraná, destacam-se: No Rio, Sonho, De Quem é Essa Terra (em parceria com Maria José M. Torcato). São músicas executadas com teclado (som de piano), baixo, viola caipira, canto, algumas músicas já foram gravadas instrumentalmente por Marcelo Torca, cujo cd já se encontra esgotado.
Morales é o músico compositor especializado em folia, ou seja, carnaval e a música que se destaca é a Folia Em Paulicéia, de rítimo alegre e contagiante, tem como proposta passar os dias de carnaval alegre e descontraído.

Há trabalhos em:
 
 
 
 
 
 
 


Currículo.

* Formado em Piano em 1992, na Função Qualificação Profissional IV, a Habilitação Plena em Música - Habilitação Afim em Instrumento: Piano.

* De 1998 a 2004 estudou Piano com o professor Luis Fernando Garcia.

* Participação em Concursos de Piano:

VII Concurso de Piano Cidade de Dracena em 1991.
VIII Concurso de Piano Cidade de Dracena em 1992.
Concurso Nacional Cidade de Araçatuba em 1998.
Concurso Nacional de Piano Paulo Giovanini em 2000.

* Participação da Semana de Música de Araçatuba - SP em 2000.

* Participação em Oficinas Técnicas para Maestros e Músicos de Bandas, modalidade: Regente de Bandas, 2002.

*Participação como compositor na II Conferência Sul-Americana de Compositores, Arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica em 2004.

* Participação no II Festival Nacional de Choro em 2006 na oficina de Bandolim, curso de Contraponto e prática de Conjunto de Câmara.

* Participação na II Semana da Composição para Bandas, Coreto Paulista em 2009.

* Literatura: participação em Concurso de Contos Cidade de Araçatuba em 2003, 2004, 2005.

* Festival de Música Antiga e Colonial de Juiz de Fora, MG, Brasil em 2011.

* Master Classes com o professor mestre e pianista Fabio Luz.
 
Repertório Piano Solo:
 
*Denys Vignon: Pièce pour Piano nº 5.
 
* Franz Liszt: Bülow March; Consolation nº 3, Sancta Dorothea; Prelude on Weinen, Klagen, Sorgen, Sagen; Arbre de Noël; Rapsódia Húngara nº 2.
 
* Phil Hamm: That Was Then; On a Rainy Day.
 
* Easrle Hagen: Harlem Nocturne.
 
* Artem Nikitenko: Impressions of Saint Petersburg, City se Réveille.
 
* Frédéric Chopin: Prelúdio em Mi menor, op. 28 nº 4; Prelúdio em Lá Maior, op. 28 nº 7; Prelúdio em Lá bemol Maior, op. 28 nº 17; Grande Valsa Brilhante, op. 18; Mazurka em Si Bemol Miaor, op 7 nº 1.
 
* Robert Schumann: Kinderszenen.
 
* Heitor Villa-Lobos: Bachianas Brasileiras nº 4.
 
* Lorenzo Fernandez: Jongo.
 
* Franz Peter Schubert: Improviso, op. 90 nº 4.

Site do Escritor


Última atualização em 23/05/17 19:50