Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APENAS AMIGOS

Fala-me do código dos teus desejos,
das artimanhas que usas para a conquista.
Fala-me o que queres de mim,
conta-me do descompasso entre o definitivo
que anseio contrapondo ao seu descompromisso
com o duradouro de laços.
Fala-me dos teus laços desfeitos,
conta-me da tua parte, dos teus motivos.
Fala-me do impulso que te move,
conta-me o quanto a aventura é tua guia.
Fala-me da paz após o gozo e da tua pressa.
Conta-me que o gozo é teu farol, tua única
meta, nos teus encontros fugazes.
Conta-me que depois não voltarás.
Fala-me  da tua transitoriedade,
Conta-me, em confissão auricular,
Que és um viajante de passagem,
que teu intuito é só ficar.
Conta-me, conta-me tudo, mas só depois
da descoberta do código do seu desejo,
da marca do seu fogo, da sede saciada.
Fala-me,  não mais importa se a chama que te queima
é  verdade ou mentira, miração ou ilusão.
Conta-me,  mendigo faminto,  agora já refeito,
Quando, no nirvana, após o êxtase da volúpia, encontra a calma.
Fala-me, conta-me, querido,
enquanto estamos vivos e pudermos ser apenas amigos.




23/10/2006
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 27/10/2006
Reeditado em 27/10/2006
Código do texto: T274633
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (752950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:46)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor