Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para participar de este magno e histórico evento con lecturas de su poesía, ponencias y presentación de libros, en que participan además poetas de los 5 continentes.
Los gastos de viaje y estadía corren por cuenta del participante, sin embargo, Poetas del Mundo pone a su disposición toda la logística y atención necesaria para el éxito de su participación.

Poeta,
Aquí te envío la carta de invitación...
SUERTE EN TUS TRAMITES!!
Nos vemos en parís? Así lo espero..
Un abrazo!! Luis Arias Manzo

Luis Arias Manzo
Secretario General
Poetas del Mundo


POETAS DEL MUNDO – MERCED 324 – SANTIAGO - CHILE – TELEFONO: (56-2) 638 6245 info@poetasdelmundo.com




Clamor a PAZ!


Há tempos melhores nos priores do Olimpo,
Só há preces e versos repudiando desamor
conflitos e ambições de raças religiões só ópio!
Aos facínoras do extermínio, meu clamor...

Se não bastassem terras infrutíferas maremotos
que ao homem surpreende, terra rugindo tufões
Catástrofes “naturais”!Levantem-se seres tontos
tirando vida de tantos, maculas diversas razões...

Sou poema clamando a PAZ! O dom é excelência
versar flores amores, e morticínios dos meus irmãos
partamos pra luta, que sejamos balas da clemência
ogivas de amor explodindo crateras insuflando canções!

Rajem pétalas inundadas nas mentes que mentem,
na essência Divina de cada ser que faz a guerra
manifestado no planeta. Que corações se abracem
somadas ações seremos todo, Deus PAZ na terra!

Endemia de amor ao próximo tão mais próximo
contaminem rios córregos , matas oceano o zéfiro,
oxigenando pulmões degradados ao máximo!
Que cada olhar reflita um canto, ao verso refiro...

Que a ode na voz do poeta seja PAZ, eu imploro!
Pela demêcia  perdão, aos que o amanhã não temem.
Ungia penas dos poetas, por quem em missão eu oro,
mãos e mentes dos quem por ti foram eleitas não tremem!

Que sejamos lemes e mastros dessas embarcações
e naveguemos num só pensamento os lagos da PAZ.
Velas sejam poesias ventando mundo benzendo eons,
que nossos discursos liderem, pregando amor compraz...

Que o manifesto impresso gire o quadrante universal
que se traduza em todas as línguas somado aos gritos
em todos os continentes, queremos PAZ raiando ao sol!
PAZ se faça no mundo. Que lido poema levantem-se espíritos...

Unidos num só propósito, não há guerra e sim a PAZ!

“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
10/8/2006


1. LIBERTANDO A LIBERDADE

se te pedem que a tua voz seja forte como o aço

para a disparares servindo de arma como faço

que seja a Paz sem necessidade de fazer Guerra

o nosso recurso ao Amor com tudo que encerra 

Francisco Coimbra

Portugal
14/8/2006


2. Grito de Paz!...


Atrocidades!
Quanta ignorância minha gente!
Nunca foi diferente,
Nós sabemos...
Mas, vamos fazer uma corrente,
Tente!
Podemos ser diferentes,
Podemos ser humanos,
Foi pra isso que viemos,
Não foi?...
Fanatismo, Política e Ambição.
Causas que levam o homem
Ao extremo da maldade
É triste ver
No florescer da idade
Crianças massacradas.
Pessoas inocentes atacadas e mortas
Apenas pra mostrar ao mundo,
O mundo deles, desatinado!
Que o poder fala mas alto.
Basta!
Vamos empunhar a Paz
Somos a maioria,
Precisamos nos salvar
Quebrar as barreiras
Hastear nossa Bandeira
Gritar nosso grito de guerra
Pra todos os Continentes:
Queremos a Paz, Viva a Paz!
E Viva!!!

Jamaveira
João Pessoa - PB 


3.UM GRITO DE PAZ

Quer seja pela raça, pela cor
a matança é fruto da maldade
que espalha o medo e o terror
atingindo inocentes com crueldade

Quer seja pelo ideal, pela religião
toda a guerra, todo o conflito
não gera a paz nem a união
só faz o mundo ficar mais aflito

Não importa qual dos lados
a contenda não traz solução
a nenhum povo a nenhuma nação
pois que todos ficam desolados

A humanidade luta e busca pela paz
mas pergunto: quem é que é capaz?
questiono a Deus e me respondo
matar é um pecado hediondo...
  
Sueli do Espírito Santo 
16/8/2006


4. Sou da paz, 

não quero guerra, quero mesmo é gritar.

Mais amor em nossa Terra é preciso proclamar!

Anunciemos com fervor, o que nos pede o Criador!

Paz é fruto dos que amam a justiça sem temor!!

Fernandinha, 17/08/2006, 
Campinas-Sp-Brasil, 


5. FALTA PAZ NO MUNDO

Busca-se a paz
Mas ela ausenta-se
Pela falta de amor

Busca-se o amor
Mas ele retira-se
Pela falta de compreensão

A paz e o amor
São irmãos siameses
Talvez xipófagos
Que não poderiam
Ser separados jamais

O que aconteceu com o homem?
Esqueceu sua racionalidade
E em nome de qualquer atividade
Sai mundo à fora
Distribuindo maldades

Deus chora baixinho
Pois os filhos Seus
Esqueceram o Seu mandamento maior

AMAI-VOS UNS AOS OUTROS
COMO EU VOS AMEI

Denise de Souza Severgnini
Publicado em 
16/08/2006  


6. CLAMOR A PAZ 


A humanidade busca incessantemente a paz,

Mas está cada vez mais difícil encontrá-la,

Pois as pessoas estão cercadas pelo egoísmo sem limites,

Que gera a cegueira social e não percebem a sua volta

O sofrimento e exclusão de uma massa humana,

Que busca desesperadamente um lugar ao “Sol”, mas,

São jogadas ao léu, esquecidas e marginalizadas.


Como encontrar a paz, se são construídas armas poderosas

Para fomentar a guerra e vitimar inocentes.

Como encontrar a paz se crianças são treinadas

Para guerrear e matar desde a infância,

Pois seus brinquedos foram substituídos por armas,

E as balas de mascar por balas de vil metal,

Que ferem e matam penetrando e estilhaçando

Criaturas inocentes que não tem onde abrigar-se.


Clamar pela paz é o grito da criança que sofre a fome,

Porque a guerra lhe tirou os pais, e órfão ficou.

Clamar pela paz é o choro do ancião que procura sua amada

Que teve a vida ceifada nos escombros da explosão,

Causada por uma bomba que do céu veio caindo

Jogada por um avião que cortando o espaço aéreo,

Fez toda essa destruição, acabando com seu lar.


Precisamos nos unir e o clamor de nossas vozes,

Gritar pra que haja paz, para que o mundo se acalme,

Ensinando e dando exemplos de justiça e amor,

Saciando a fome e a sede daqueles que necessitam,

Dar às crianças a oportunidade de viver a sua infância,

Onde possam brincar e também ir à escola,

Para que em paz e harmonia tenham uma vida feliz,

Sem a sombra da miséria e o sofrimento da guerra,

Com certeza vamos ter um mundo bem mais feliz,

E o clamor dessas vozes em coro e harmonia,

Vão levar mensagens de paz para todo o universo.

Therezinha Aparecida Válio Corrêa

( There Valio – 16-08-2006) 



7.
Pastor...

A antes que caia a ultima bomba sob a terra!

P Poetas e poetisa semearão as mais belas
A alvíssaras em nome da PAZ pelo mundo
Z zénites ligarão nossos sentires em perlas

S solubilizadas por todos os continentes
E encontrando-se no topo do alto monte
M mesclando os versos e rimas frementes
E enlevando corações em preces ao mote.
A amar como o Senhor nos amou os entes!
N nossas poesias libertarão o sul e o norte,
D dormem os que despertarão conscientes
O ouvindo clarins tocados antes da morte!

“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
19/8/2006 


8. COMO PODE ALGUÉM SER FELIZ?!...


Como posso sorrir se logo ali ao lado, 
alguém apenas tens motivos para
chorar sem parar?!...

Como posso pensar em ser feliz, 
se em meu redor,
 grassa o sinal de tanta
desgraça?!...

Como posso falar na euforia de um mundo novo, 
se estou atolado até aos
joelhos, de mundos velhos?!...

Como posso desejar a luz do sol, 
se de todo o lado me fustigam os açoites
das penosas noites?!...

Como posso serenamente dormir em paz, 
se existem os pesadelos e alguém está
a vivê-los?!...

Como posso engolir tranquilamente o pão 
de cada dia, se tanta gente com
fome, há tanto tempo não come?!...

Como posso falar do Amor Eterno, 
se pelos jardins da Terra tanta
intolerância anoitece e tanto ódio amanhece?!...

Como posso rezar pela Alma dos meus que Deus já levou,
 e esquecer quantos
não têm quem peça pelos seus prantos?!...

Como posso um dia esperar a Misericórdia Divina 
se existe toda uma multidão
de injustiçados à espera de perdão?!...

Não!
Mil vezes não!
Eu não quero ser feliz,
Se souber que a minha felicidade
Feriu a integridade
de um irmão que se tornou infeliz
Devido à minha vaidade!

É O MEU CORAÇÃO QUEM O DIZ!!!

Abílio Henrriques
19/8/2006


9. EM FAVOR DA PAZ

A paz é dádiva santa
Concedida por Deus a nós
Para momentos gratificantes
E forma o bem estar geral.

Lutamos em favor da paz
E com isso somente ganhamos
Guerra não é solução
Mas bons entendimentos, sim.

Paz harmonia de espírito
Riqueza incalculável
Que exala a boa saúde
Geradora da tranquilidade.

Paz sim, guerra não
Ou guerreamos sem sangue
Conseguindo o desejado
E tudo se torna estável.

A paz é benfeitora
Em todo o mundo, com valor
De amizade é procriadora e servil
Vencemos com o devido amor. 

Antonio Cícero da Silva 
19/8/2006


10. IMAGINEI

Poderia existir...
Um mundo melhor!
Onde o amor imperasse,
Plantas, flores não faltassem,
Emoldurando parques, avenidas
Alegrando as cidades.
Os seres se amassem mais,
Um mundo de paz!
Onde só uma religião professasse,
Alimentos... em nenhum lar faltasse.
Sorriso aberto... no rosto das crianças,
Amor substituindo o ódio.
As guerras, fossem feitas de travesseiros,
Duelos no corpo a corpo,
Em cima de uma cama!
Sexo feito com amor...
Não simplesmente por tesão.
Que todos ao amanhecer,
O sol reverenciasse!
No ocaso, uma prece pronunciasse!
À noite sob o brilho das estrelas,
Ou ainda, na magia do luar,
Refletíssemos, sob o milagre que é a vida.
A maior dádiva que o Criador nos deu!
Imaginei...imagine...você também! 

Nadir A D'Onofrio
27/04/2003
Praia Grande SP 


11. Em primeira mão...

Ouvi no rádio, li na net,você viu na televisão?
Que um poeta invadiu a trincheira do inimigo
levando consigo um colete de versos em missão
arriscou-se em nome da PAZ não temeu perigo
alucinado desenrolou papiro deu voz ao coração...

Recitou aos que de pés o escutaram sem rugido
baixaram as armas, cessou mais um canhão!
Calando explosões, feridos clamaram ao ungido
que por amor foi decidido, que me matem então...

Não cruzou os braços pois na terra Deus é vivo
propalando um espírito que se imbuiu de emoção
e plasmou seu ideal, evitando sofrimento no risco
esperançado de viver ou morrer seu fazer a união...

Libertos seres apaziguaram-se as feras, versou contrito
e a luz se fez, reinou a PAZ! Sonho vivido a libertação
em meio às árvores despertei. Lido jornal, a PAZ é Cristo!
o poeta era eu o poema a guerrilha, amar meu irmão...

“A Poetisa dos Ventos”
19/8/2006
Deth Haak 


12. Paz 

Eu ainda creio
em toda paz e amor
que resiste no coração do homem!

Eu ainda vejo
uma esperança que se eleva
na sublimidade de alguns gestos do homem!

Eu ainda sonho
com o mundo envolto pela paz
entoada em hino de louvor por todos os homens!

Eu ainda espero
ver um sorriso tranquilo e suave
em todos os rostinhos de crianças do mundo!

Eu ainda luto
para tocar os corações que se afastam
dificultando a disseminação da paz entre os homens!

Eu ainda espero
que um dia o meu poema seja curto
dizendo pura e simplesmente ao mundo:

Há paz, finalmente! 

Tere Penhabe
Santos, 17/02/2005
www.amoremversoeprosa.com 


13. Paz Feita de Amor

A paz se veste de branco
anunciando aos quatro cantos
que tudo na vida é amor.
Tem gosto de algodão doce e
adoça os corações mais
endurecidos pelos dissabores
dos dias atuais.
Exala um suave e
delicado perfume,
aromatizando a vida
de quem vive com amor
cada minuto, como se
fosse o último.
A paz é um jardim,
repleto de belas flores
à embelezar o mundo.
A paz é feita
de gestos de amor,
compreensão, paciência,
de palavras doces
pronunciadas por uma
voz tranquila, enquanto
esboça um sorriso sereno.
A paz é o amor
que todo ser humano
traz no peito e
que muitos não
conseguem demonstrar.
A paz é amar!

Autoria: Simone Borba Pinheiro
Data: 18/09/03
www.familiaborbapinheiro.com 


14 .Um canto de paz na guerra

Marcha soldado cabeça de papel...
O que era brinquedo virou verdade
E para cada soldado que tomba
Expurgado pela vaidade
A vida se veste de bomba
A destruir as cidades
Que se erga a nossa voz


E que a paz almejada por nós
Se derrame em cada fração de terra
E que se varra dos continentes
Qualquer rumor de guerra
O homem vai virar gente
Sem as agruras de vilania
A paz será a moeda corrente
Num mundo de cidadania...

Camila
221/8/2006


15. Profecia de Merlin 


“Quando a noite estiver alta, uma

Mulher vestida de preto visitará

Gales.Chocar-se-á,com uma mulher

branca.E depois virão para cá os

cientistas do mundo.Será a mulher

do lago a ditar a lei e averdade

aniquilará os inimigos”



*************Mago Merlin, conselheiro do lendário

*************Rei Arthur


Profecia da PAZ


Essa profecia parece para Londres

O choque de culturas, forma o xadrez

Vários cientistas corem à cidade,

que foi atingida em sua liberdade


A mulher de preto está no metropolitano

Lá armou-se em sua fé, cheia de engano

Tombou e fez tombar inocentes e feridos

Conseguiu abalar a paz dos tantos ungidos


A decifração da dura charada é profecia

Onde? Como? Quem? Quando? Tudo silencia

Parece um estigma tormentoso de nossos dias

Sem que se saiba onde andam as alegrias


Será o futuro uma concretização dos profetas?

Ou deixamo-nos levar por estarmos alertas?

Gostaria que profetizassem, para variar a paz

Aquela , cujo homem é brioso e muito capaz

Malubarni 
Portugal
22/8/2006


16. Não matarás

Não matarás o inocente
Não matarás o feto
Não matarás o espermatozóide
Não matarás o desenganado
Não matarás a onça
Não matarás os rios
Não matarás os pais
Não matarás os filhos
Não matarás, Cícero
Não matarás, Santo Agostinho
Não matarás, São Thomas
Não matarás, De Grotius
Não matarás Direitos Humanos
Não matarás, liderança
Não matarás, religião
Não matarás Deus
Não matarás, bellum justum
jus in mundo est
PAX 

SOAROIR
23/8/2006



17. A Paz

Se a luz está em ti
Por que se afligir?
Não entendes que somar
É na verdade dividir?

Onde pensas que irás
Fugindo de ti?
Se a Luz de Deus é eterna
Essa mesma luz irá te traduzir

Ouve o silêncio do teu ser
E o serenar da plenitude
A paz é parte de você
Encontra-a e serás só virtudes

Não percas tempo buscando entender
O que somente pode ser sentido
Deus habita em teu coração
Enxergas isto e estarás em paz contigo

Desvia-te do lado escuro da ilusão
Dos maus pensamentos e da vida estagnada
A verdadeira liberdade está na paz
Pois luz e paz formam a essência que te consagram

Não percebes que a solidão que sentes
Foi por ti mesmo provocada?
Te afastastes de teu próprio coração
Buscando fora a luz que dentro de ti está impregnada

Veja no céu uma andorinha a voar
E naquele lago o cisne nadando
Não invejam nem buscam o que não podem alcançar
Vivem em paz seguindo de Deus o Seu plano

Cacaubahia
Londres
23/6/2006


18. Paz

Que me interessa o calor do Sol,
se o procuro entre as explosões de misseis,
mais brilhantes que ele?

Oiço tiros ao longe,
rebentamentos que se aproximam,
trespassando as paredes sem convite...

Que me interessam versos e rimas,

Telas imensas
se a paz não existe?

Um abraço

Duas lágrimas
cruzando-se na rua,
desconhecem que caminham para a morte...

Que me interessam os prazeres da vida,
se é na vida que moro,
e vejo morrer?

Corto as asas da alma,
vejo o mundo cinzento
através dos estilhaços da guerra...

Que me interessam os votos de paz,
nascidos na hipocrisia,
se já procuram outro sentido?

Vejo coisas que não vês,
chorando e gritando
pela paz que não conseguem trazer...

Que me interessam os dias de paz,
e os acordos bilaterais,
se o som da guerra se continua a ouvir?

Sonho maltratado,
em tratados enleados,

sem começo nem fim... 

MG Dias
Portugal
23/8/2006


19. A PAZ!


Paz!

Um canto livre
Do êxtase da alma
O jardim do templo invisível
Que floresce na harmonia da prece
Inicia na quietude da mente
Gerindo doce despertar
Surge o sopro do equilíbrio
Conflitos se desvanecem
Cessam as guerras
Fraternização
Amor
Luz!

Daura Brasil
São Paulo-SP
23/08/06 


20. UM SONHO DE PAZ

Tive um sonho de paz,
pois de sonhar ainda sou capaz...
Não sei até quando,
com essa violência imperando...
Vi todos se abraçando,
vi casais se amando,
não vi ninguém brigando,
nem mesmo guerreando...
Claro... Apenas sonhei...
Abri os olhos... Acordei...
Foi um sonho,
doce, risonho...
Não quero acordar...
Deixem-me ao menos sonhar...
Deixem-me ter essa sensação,
de amor no coração
das pessoas..
Que elas sabem ser boas...
Que todos desejam paz...
Mas, qual, ninguém disso é capaz...
Que grande utopia...
Que linda fantasia...
Que bom seria,
se os homens finalmente
dessem bom uso para a ciência,
e não apenas para a violência...
Cada vez mais armas de guerra aperfeiçoando...
Para onde estão nos levando?
Desanimado, sigo perguntando:
ATÉ QUANDO?????

Marcial Salaverry
23/8/2006


21. P A Z
dedico a Alceu S. Costa


P A Z...estado de pessoas
que não estão em guerra;
tranqüilidade na alma;
serenidade de espírito;
boa harmonia; sossego;
conciliação; concórdia;
união; silêncio...Amor!

P a z... contemplando todas
estas palavras que lestes
acima. Chora infrene meu
coração quer bramir em coro
bem alto...cerrando meus olhos
Lá longe.. Lá se vão levando
todos os Sonhos de P a z!

P A Z...singular individual;
única; invulgar; notável;
extraordinariamente digna;
original; excêntrica; rara...
Avante!...Desenhas todos os
Sonhos infante, nas cores
faiscante dum Arco-íris!

Efigênia Coutinho
São Paulo
 25 07 2006 

22. TUA PAZ

que o teu coração não se esqueça,
que no Bem perene ele permaneça;
que a Razão também se enterneça,
que do Sentimento Ela não careça;
que o Tesouro no Céu te enriqueça,
que em ti a tua Paz se estabeleça,
que o AMOR tua Alma embeveça!

Selena et Moacir 2006
brilhe a vossa LUZ! 
e terás um tesouro no céu (Lucas 18:22)


23. Grito de Paz!...


Hoje quero pedir perdão
Por essa guerra entre nação
Que vive na contramão
Em plena destruição

Hoje vou dar meu grito
Quero sair desse atrito
Que tristeza esse conflito
Que só deixa mais aflito

Hoje não quero a bomba
Ela só deixa má sombra
E leva para catacumba

Hoje imploro ao Senhor!...
Mostre ao homem destruidor
A Sua Paz e Amor.

Ivete Tayar
S.Paulo, 
06/08/2006 


24. Procura-se

Procuramos por ti... Onde estás?
Onde te escondes?
Vemos guerras sem sentido,
morte estúpida de inocentes,
acordos de paz aparentes.
Onde estás?
Precisamos de ti, urgente!

Vemos crianças famintas,
abandonadas a própria sina.
Na África, verdadeiras carnificinas,
com a Aids em cada esquina.
Onde estás?
Precisamos te encontrar numa vacina.

Violência que assola as cidades,
arrancando inocentes dos lares,
disseminando drogas aos milhares.
Onde estás?
Não nos trate com esgares.

Vemos conflitos raciais,
chacinas em nome da religião,
disputas sangrentas pelo mesmo chão.
Onde estás?
Precisamos que nos estendas a mão.

Vemos a destruição da natureza,
extração irregular de suas riquezas,
degradação e extermínio de suas belezas.
Onde estás?
Precisamos da tua nobreza.

Clamamos por ti na terra
para acabares com as guerras...
para reinares com a tua presença
como lenitivo para as doenças...
para servires de elo entre os povos
unindo-os em suas diversas crenças.

Por favor, atende nosso pedido.
Acode ao ser humano sofrido.
Zela por um mundo renascido. 

Marise Ribeiro
06/08/05
Cenário de Sentimentos
http://www.mariseribeiro.com 


25. Amor e Paz

Amor, quatro letras que nos trazem a Paz.
O Amor guia a nossa vida,
nós dá a calma interior, a Felicidade,
nos faz mais humanos
e, com isso, nos traz a Paz.
Porque, se houver no coração raiva, rancor,
nos tornamos pessoas sem brilho, vazias.
Quem tem Amor no coração,
tem a Paz, irradia Alegria, Felicidade.
Vamos colocar
o Amor à frente de tudo.
Agindo assim, conseguiremos
construir um alicerce
seguro e indestrutível,
e, então, irradiaremos
ao mundo a Paz!

Nancy Cobo
23/8/2006


26. SONHO DE PAZ.


No branco,
ausência de cor,
sonho a paz na guerra
do amor.

Vida sem dor,
nem sofrimento.
No céu, a espoucar,
apenas estrelas

verdadeiras, no firmamento,
poderão brilhar!
Despojada do egoísmo
que a tantos aniquila,

serei da Paz
eterna inquilina!
Não quero que haja
em poucos minutos

muitos “aqui jaz...”
Quero, sim, colher sadios frutos,
deixem-me, homens brutos!
Quero saborear a paz,

oferecê-la aos amigos,
irmãos próximos
ou distantes...
Levem-na e a deixem comigo!

Não importa!
Quero apenas ajudar,
ter mais e mais amigos !
Abrir a porta!

Unir povos e suas
Nações!
É tão simples
Ser irmão! 

Basta, para tanto,
Abrir as fronteiras
Do coração!

Maria Granzoto da Silva 
23/8/2006– PR-Brasil 


27. Paz

Quando do coração saí o entendimento
Direcionado ao respeito do sentimento
De acatamento ao limite do outro ser
Com certeza, todos a paz haveremos de ter

Está na doutrina de Cristo e das demais religiões
Que a paz reine entre irmãos
E o mundo caminhe entrelaçadando as mãos
Acatando da outra fé as emanações

Qual o porquê constante da guerra de corpos e mentes
Numa atitude estupidamente insana de arrogantes
Se o viver na alegria, no riso e na paz
É que jamais deveria ser o de um viver fugaz

Ao invés de praticar o mais fácil, que é estar em paz
Não seria mais sensato e humano que houvesse abolição
Dos estados de beligerância, que muita dor nos traz
E assim todos no mundo viveriam com harmonia no coração

Será que já não é chegada a hora e o tempo?
De firmarmos um pacto de amor próprio, e pelo irmão
Independente de credo, de cor, de raça e opinião
E assim construirmos um mundo sem tempo?

Pois daí em diante, só seria o tempo da paz
Eu e você com carinho, usando esta ferramenta, que faz
Construindo com serenidade e amor
Doravante um mundo sem choro e sem dor

Lúcio Reis
Belém do Pará
23/08/2006 


28. QUERO VER O SOL!...

Quisera acordar pela manhã
e ver um mundo novo, onde
a paz e o valor real dos sentimentos
fossem prioridades...
Que a criança tivesse direito a crescer
com saúde, ter uma infância feliz,
acesso a uma educação de qualidade...
Que as famílias fossem beneficiadas
com o mínimo aceitável
para um viver com honra e condições
de oferecer o melhor a seus filhos...
Que a terra, legado de nossos ancestrais,
que recebemos em plena harmonia
fosse usada com sabedoria!...
Quisera acordar pela manhã
e não me preocupar
com a vinda das futuras gerações,
que ao chegar
encontrassem condição de vida...
Ar puro!..
Rios sem poluição!...
As matas ainda vivas e espessas...
A garantia de haver água potável...
Acabassem as queimadas, terra fértil,
onde se pudesse plantar e colher...
Quisera acordar pela manhã
e ter orgulho de ser humana, parte de um todo
em que a honra e respeito
ainda fossem bens de uma sociedade...
Humano pela paz!...
Quisera acordar pela manhã e poder sorrir,
abraçar o mundo com felicidade
Olhar sobre a cidade
e poder ver sem uma nuvem de fumaça
Olhar o céu,
"ver" e dar Bom Dia ao Sol!...
Que bom seria... 


Carmen Ortiz Cristal
Santo André
SP-BR 23/8/2006


29.  PAZ! PACE! PICE!

Paz no mundo
paz em nossas vidas
como é lindo, encontrá-la
no sorriso de uma criança
nos rostos cansados dos anciãos
na pureza do amor...
na beleza de um campo florido....
em seu rosto...meu querido.
Paz! pena que as pessoas
não te compreendam...não
entendem o que você quer
falar....quando diz Paz!
Eu a entendo querida...
porque te encontro no silêncio
do meu coração...e procuro
transmiti-la aos amigos,
mas muitas vezes eles estão surdos
às nossas descobertas...aos nossos encantos
Então, meu grande amigo...Você...
que é o dono de nós...que nos criou
por favor...Deus!
Coloque em nossos corações...
nos corações dos homens
sem distinção de raça...cor religião...
não importa em que idioma é falado
ou escrito...o que importa é que
Lhe pedimos Senhor!
dai a Paz ao mundo.
Pace! Pice! Paz!

Arneyde T. Marcheschi
Vitória E.Santo
www.vidatransparente.com.br 


30. MESTRE, A NOSSA PAZ...

Onde está Senhor, a consciência dos homens?
A irmandade tão pregada pela vinda de Seu Filho?
O tempo tem passado, Senhor...
O respeito tem diminuído pela vida...
A paz fugiu de muitos lares,
Fugiu de tantas infâncias perdidas pela dor...
Fugiu do sentimento de solidariedade,
Muitos não voltam de um simples passeio, Senhor...
Crianças, não voltam mais de suas escolas!
E como não deve estar Seu coração, meu Pai...
Não bastou o sangue de Seu Filho crucificado...
Seus outros filhos têm feito seu coração sangrar também!
O mundo pede perdão Mestre, pelos desatinados.
Não desista desses Seus filhos tão confusos, Pai.
Os bons de coração sofrem por seus irmãos.
Mas a fé meu Pai, essa não nos abandona.
Fé no Seu amor incondicional, paternal, paciente...
E nossa voz sempre estará a entoar perdão,
A convidar o mais próximo, à caça do nosso tesouro maior... A PAZ..

NANY SCHNEIDER
Curitiba - Paraná
11/03/2005 

31. Paz

Não chegará liberdade e paz,
Nas asas da ave branca,
Tampouco seu bico trará,
Folha verde da esperança...

Límpidos como sonhos
(antes de serem desfeitos),
O desnudar de consciências,
Despertará luz aos seres.

Sufocações e espasmos,
De todas as horas mortas,
Livrarão almas de destinos,
E seus desatinos trarão paz...

Betha M Costa
24/8/2006

32. A PAZ
SE FAZ
SEM GUERRA
SOBRE A TERRA.
SEM AMBIÇÃO,
SEM AFLIÇÃO,
SEM INVEJA,
SEM PELEJA,
SEM VAIDADE,
COM CARIDADE,
COM AMOR,
COM ARDOR,
COM DEVOÇÃO,
COM EDUCAÇÃO,
COM RESPEITO,
COM DIREITO,
COM DEDICAÇÃO,
COM OBRIGAÇÃO,
COM CARIDADE,
COM LEALDADE,
COM AMIZADE E
ESTIMAÇÃO!
E SEM MEDO DE SER FELIZ
SEREI MEU PRÓPRIO JUIZ
PARA BUSCAR A PAZ
NO MEU PRÓPRIO CORAÇÃO!

Elma do Nascimento
 (Victoria Magna)
24/8/2006

33. PAZ E AMOR


Importante que as pessoas
parem um pouco pra repensar seus valores
Que coloquem mais amor em seus corações
Que aprendam a valorizar uma
verdadeira amizade
Conturbada e caótica está a situação mundial
É necessário que a paz reine
Que as pessoas se voltem pra dentro de si mesmas
Que resgatem seus sentimentos nobres,
pois em muitos corações estão adormecidos
Só assim teremos um mundo melhor
Esta conscientização precisa acontecer
Hora de darmos as mãos, de formarmos uma
ciranda bem grande , de nos unirmos como
verdadeiros irmãos, em prol de um mundo melhor
E poetando vou pelo mundo , levando
minhas sementinhas de amor e amizade
aos corações de todos

Regina Bertoccelli
São Paulo / Capital
24/8/2006


34. PAZ


Só é ca(PAZ) de querer a PAZ
quem dele faz prioridade.
Estando com ela em estado latente,
não pode ter gente
que estrague seu momento,
tão querido no espírito, na mente...

Lago silva
24/8/2006


35. Encontro com " A PAZ"

Se eu encontrasse a "PAZ",
Muito lhe iria perguntar?
Por onde andas, onde estás?
Preciso contigo, falar!...

Parece que já fugis-te...
Deste mundo para outro lugar
Procuro-te em toda a parte
Não te consigo encontar?

Não te sinto, não te encontro...
Só vejo a maltida guerra!
Onde estás tu, oh "PAZ",
Não te encontro cá na Terra?

Não consigo compreender,
Porque te foste embora?...
Vê se tornas a aparecer
E canta tua "Vitória"!

Porque só a PAZ vencerá
Todo o mal da humanidade
Vê se voltas para cá...
De ti, sinto muita SAUDADE!

Volta PAZ...volta PAZ!
24 /8/ 2006
Francisca Silva - Chicailheu
Angra do Heroísmo- Terceira- 
Açores- Portugal 


36.  Sonhei com a Paz!

Uma pomba sobrevoa
Os céus manchados p’la guerra
E num verso ela entoa
A paz que apregoa
P’ra salvar a Terra

Quando a terra é ferida
Causa dor à humanidade
Perde-se o dom da vida
Fica enegrecida
Por tanta maldade

A sombra da guerra existe
Enublando os corações
E se dela não se desiste
Acaba-se triste
Perdem-se razões
Por isso a Pomba da Paz
Leva um hino de Glória
Canta-o se fores capaz
E a guerra se desfaz
Das páginas da história

E assim vou levando
Ao mundo um sorriso
A pomba que mando
Vem do Paraíso
E traz um recado
Por Deus enviado
Em forma de Aviso:
A guerra é desfeita
Com mais orações
A Paz seja feita
Pelos corações
O mal é uma cruz
O bem uma luz
Paz para as multidões!

24/08/2006
”Azoriana”
Rosa Silva

http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt 


37. Paz

Senhor, diga-me o que é realmente:

PAZ!

Tu
Tinhas conhecimento da grandeza da “Tua missão”

Doía, Teu coração pela angústia e decepção...

Sentias em Teu espírito a dor, à aflição, à tristeza...

Em Tua mente, sabias do sofrimento e do Teu padecimento

Porém, Tinhas nobreza...

Coisa alguma, foi capaz, para diminuir “Tua Paz...”

Em nós, quando a dor se abate em nossa vida; dor,

que muitas vezes não passa de um pequeno ferimento

torna-se uma tortura, que nos traz grande abatimento

Em nós, quando à aflição bate à nossa porta,

logo nos tira o norte, como se estivéssemos

sendo levados pela morte

Em nós, quando a desilusão machuca o coração

parece que tudo termina...Que abriu-se um

buraco e fomos lançados ao chão

Em nós, quando o sofrimento doe e nos faz chorar,

acreditamos que seja o maior mal do mundo...

Sem lembrar que basta não perder o prumo

Com grande facilidade... Deixamos surgir a nossa fragilidade

A própria segurança perde, um pouco, da nossa esperança

De onde vem tua Paz? Essa, que nos destes...

Pois, a que nós Te pedimos, passa pelos mesmos

caminhos que Tu pisastes e nunca duvidastes...

“Eu te deixo a minha Paz”,

dissestes um dia para nós. Diga-nos: Que

Paz é essa que vence, que alivia todo tormento...

Não deve ser a mesma paz que Te pedimos,

ansiosamente, a todo momento...

Chego á conclusão que a Paz verdadeira, esta

que nos Destes, não é a mesma que Te pedimos e

rogamos por ela. É muito mais bela!

Ela é maior e bem menos fácil de tê-la,

Ela é:

A Tua Fé!
Nizia
Cidade Maravilhosa - Rj
2006 


38. Paz,meu Bem Maior

Clevane Pessoa de Araújo Lopes

A Paz é meu bem maior e eu a busco
calma e silenciosamente,
sem nenhum movimento brusco...
Com minha pequena luz de pirilampo,
consigo encontrá-la no sagrado campo
das minhas aspirações,
nos jardins coloridos das boas intenções,
no riso e no sono das crianças inocentes...
Com minha lanterna de brinquedo embora,
já vi a Paz no meio das ruas cheias de pessoas,
nas praias,nos movimentos dos rios,
nas cintilações dos lagos...
Já senti Paz absoluta amamentando uma boquinha voraz,
dormitando nos braços do amado,
no gerúndio,sempre muito devagar
silenciosamente...
Mas o verdadeiro lugar onde a Paz pôde ser encontrada,
mesmo em meio às guerras,aos desastres,
mesmo nas UTIs,nas lixeiras,
em cabanas cheias de trastes,
em meio à dor mais propagada,
à ópera mais desafinada,
ao vendaval mais louco,
ao horror de todas as prisões,
foi dentro do coração humano...
Percebo que,mano a mano,
se as pessoas estão em acalmia plena,
é no berço de seus corações
que a paz pode ser engendrada,
e o homem beber de sua água clara e amena...

Belo Horizonte,Minas Gerais,Brasil
11/11/2002,


39. PAZ EM VÁRIOS IDIOMAS


Abenaki OLAKAMIGENOKA
Afrikaans VREDE
Akan ASOMDWOE
Akkadian SALMU
Alabama ITTIMOKLA
Albanês PAQE
Algonquin WAKI IJIWEBISI
Alsaciano FRIEDE
Amharic SELAM
Árabe SALAM
Aranese PATZ
Armenio ASHKHARH
Assamese SHANTI
Aymara HACANA
Bemba MUTENDEN
Basque (Euzkera) BAKEA
Bavariano FRIDN
Batak PARDAMEAN
Belorusso PAKOJ
Bengali SHANTI
Bhojpuri SHANTI
Bislama PIS
Blackfoot INNAIHTSIIYA
Bosniano MIR
Bretão PEOCH
Búlgaro MIR
Buli GOOM-JIGI
Burmese NYEIN CHAN YAY
Cantonês PENG ON
Carolinian GUNNAMMWEY
Catalão PAU
Cebuano KALINAW
Chamorro MINAGGEM
Checo MIR
Cheyenne NANOMONSETOTSE
Chewa MTENDERE
Chinês HE-PING
Choctaw ACHUKMA
Chontal AYLOBAHA GAFULEYA
Chuuk KUNAMMWEY
Comanche TSUMUKIKATU
Corsican (north) PACE
Corsican (south) PACI
Creole PAIX
Crio PIS
Dari SULH
Dinamarquês FRED
Duala MUSANGO
Egípcio HETEP
Ekari MUKA MUKA
Eslovaco MIER
Esloveno MIR
Esperanto PACO
Esquimó ERKIGSNEK
Estoniano RAHU
Faeroese FRIDUR
Fanagolo KUTULA
Farsi (Persa) SOLH
Fijiano VAKACEGU
Filipino PASENSIYA
Finlandês RAUHA
Flemish VREDE
Fon FIFA
Francês PAIX
Francês (antigo) PAIS
Fresian FRED
Fula JAM
Gaelico-Irlandês SIOCHAIN
Gaelico-Escocês SIOCHAINT
Galiciano PAZ
Alemão FRIEDEN
Gikuyu THAYU
Grego EIPHNH
Greenlandic EQQISAQATIGIINEQ
Guarani PYGUAPY
Gujarati SHANTI
Halaka PEGDUB
Hausa LUMANA
Hawaiano MALUHIA
Hebreu SHALOM
Hindi SHANTI
Hokkien TAI PENG
Holandês VREDE
Hopi I-NU-MU (=peaceful)
Húngaro BEKE
Icelandic FRIDUR
Icelandic(older) FRIDR
Igbo UDO
Ila CHIBANDA
Indonésio DAMAI
Inglês PEACE
Inuktitut ANUSDAKE
Italiano PACE
Japonês HEIWA
Javanês RUKUN
Kannada SHANTI
Kazakh MIR
Kekchi TUKTUQUIL USILAL
Khmer(Cambodjano) SANTEKPHEP
Kinyarwanda AMAHORO
Kirundi AMAHORO
Klingon ROJ
Koasati ILIFAYKA
Coreano PYOUNG-HWA
Kosati ILIFAYKA
Kurdish ASHTI
Kusaiean MIHS
Lakota WOWANWA
Lao MITSUMPUN
Latim PAX
Latvian MIERS
Lingala KIMIA
Lithuanian TAIKA
Lojban PANPI
Luganda EMIREMBE
Magindanain KALILINTAD
Mahican ANACHEMOWEGAN
Malagasi FANDRIAMPAHALAMANA
Malay KEAMANAN (SALAM DAMAI?)
Malgache FANDRIAMPAHALEMANA
Maltês PACI
Mandarim HA-PIN
Manobo LINEW
Maori RONGO
Mapundungun UVCHIN
Maranao DIAKATRA
Marshallese AENOMMAN
Mentaiwan PERDAMIAM
Metis Cree PEYAHTUKE YIMOWIN
Micmac WONTOKODE
Miskito KUPIA KUMI LAKA
Mokilese ONPEK
Mongo BEOTO
Mongolian ENKH TAIVAN (?)
Mossi LAFI
Munsterian ECHNAHCATON
Navajo KE
Nepali SAANTI
Nez Perce EYEWI
Nhengatu TECOCATU
Norueguês FRED
Ntomba NYE
Nyanja MTENDERE
Ojibwe BANGAN (=to be peaceful)
Otomi HMETHO
Palauan BUDECH
Pali NIRUDHO
Papago DODOLIMDAG
Pashto AMNIAT
Pintupi YATANPA
Polonês POKOJ
Ponapean MELELILEI
Português PAZ
Potawatomi ETOKMITEK
Punjabi SHANTI
Pustu SULA
Quechua CASILLA (?)
Rapanui KIBA KIBA
Romanês PACE
Romansch PASCH
Ruanda NIMUHORE
Rundi AMAHORO
Russo MIR
Saa DAILAMA
Sami RAFAIDUHHTIT
Samoano FILEMU
Sanskrit SHANTIH
Sardinian PACHE
Servio MIR
Sesotho KHOTSO
Setswana KAGISO
Shona RUNYARO
Sinhala SAMAYA
Sioux WOOKEYEH
Siswati KUTHULA
Somali NABAD
Espanhol PAZ
Srilankan SAAMAYA
Sueco FRED
Swahili USALAMA (SALAMA?)
Tagalog KAPAYAPAAN
Tamazight(Berber) TALWIT
Tamil SAMADAANAM
Tangut NEI
Tatar DUSLIK
Telugu SHANTI
Thai SANTIPAB
Thiraro MBUKUSHI
Tibetano ZHIDE
Tlingit LI-KEI
Tongan MELINO
Truk KUNAMMWEY
Tsalagi NVWHTOHIYADA
Tswana KHOTSO
Turco BARIS
Turkmen PARAHATCYLYK
Twi-Akan ASOMDWEE
Ucraniano MIR
Uighur SAQ
Urdu AMAN
Uzbek TINCHLIK
Verlent PAXTEM
Vietnamita HOA BINH
Welsh HEDD
Wintu MINA
Woleaian GUMUND
Xhosa UXOLO
Yiddish SHULAM
Yoruba ALAAFIA
Yue SAI GAAI OH PIHNG
Zapotec LAYENI
Zulu HULA (UXOLO?) 

Recebi a tradução da palavra PAZ,há uns três anos e arquivei.Sealguém souber de mais ou verificvcar alguma incorreção,por favor,me avise(clevane@yahoo.com.br) .Aí vai:
Clevane Pessoa de Araújo 
24/04/2006 


40. Bendita Presença & Paz


Meus versos me entregam o livre arbítrio,
entre portas esperançadas abrindo sorrisos
e minhas mãos, ah antenas que dão arrepio,
e estremecem nos instantes maravilhosos!


Nelas coloco tantos pensamentos e sonhos
para construir dentre dulcíssimos silêncios,
voz atalaia guiando a alma pelos caminhos,
em face da Luz, dos látegos eu me distancio! 


Os caminhos vão se enchendo da Presença,
de vozes lenitivas que os Bálsamos flamejam
e vai Deus tudo transfigurando em bonança
que doces almas nestes versos transbordam!


O’sentidos aguço à voz soberana que ensina,
clareia e suaviza a rudeza da vida humana,
encarnada na alma carente de bravia crença
renovando fé a meu sonho que se condensa!


Voem rimas dançarinas os corações florindo
e vos rodeiem os cânticos celestes qu’incenso
de fogo ardente esparge.Vão libertas fugindo
na saudade, nos Mistérios, no sonho radioso!


Inês Marucci
Santos-SP-
24/08/2006 



41.  "A guerra é o império do caos e a antítese do direito."

Uma nação que sentiu o troar dos canhões e os clarões

dos incêndios, que recolheu e pranteou seus mortos mais

que qualquer outra valoriza a paz. 


41. PAZ NO MUNDO”


Eu não concebo ter guerras no mundo moderno,

Pois o resultado nos sabemos, é morte e destruição.

Ela só serve ao propósito das indústrias bélicas

E enriquecer seus donos, em troca de vidas...


O Mundo está gritando: Para! Eu quero Paz!

Mas que lamento,...o mal suplanta o bem.

Os “Bushes da vida” se acham dono do Mundo

Podendo matar homens, mulheres e crianças...


“Paz na Terra aos homens de boa vontade”

Assim está escrito! É assim deveria ser...

Mas esses homens detentores do poder,

Da paz deles?... até Deus duvida.



Esses “senhores” que dizem Paz, mas fazem guerras,

E juram que o fazem em nome da liberdade dos povos.

São grandes hipócritas que em nome da Paz mentem,

Pois tenho certeza que o fazem por interesses próprios.


Não é fácil pregar a Paz na Terra entre os homens,

Pois anos atrás, Jesus tentou e não o conseguiu,

Até agora a Sua mensagem não foi entendida:

“Eu dou a minha paz Eu vós deixo minha paz”.



E já que é difícil na Terra se viver em Paz,

Que sejamos nos pelo menos em tentá-la.

Se não for possível ter a Paz desejada,

Que seja então, a nossa Paz de espírito...


(G.Martinelli)

Guarapuava, 
27 de julho 
de 2006 


42. Em busca de um mundo de PAZ!

Poeta!
Não vale a ventania dos sonhos
nem a calmaria dos ventos.
Não vale a placidez dos lagos
nem o brilho sideral.
De nada adianta cantar o verso
ou traçar o poema lírico
se ao teu lado tens um irmão
que chora, clama piedade
e cai combalido
atingido pelo estrondoso canhão
pelo míssil programado
que seiva vidas de inocentes
que correm pelos campos
pelas ruas, pelos bosques
na fuga ensandecida
do amargo da dor.
Seres que sofrem...
Nem sabem eles
que a injusta justiça
de insensatos poderosos
comandantes disfarçados
de 'governantes'
manipulam vidas
qual marionetes no palco!

Poeta!
És artista das palavras!
Burila-as!
Espalha-as pelos cantos
do mundo que te escuta!
É ela - a tua palavra! -
por paradoxal que seja,
a mais pacífica arma
capaz de ganhar as guerras
e distribuir a PAZ!

Lígia Antunes Leivas
Pelotas, RS -
24/8/2006


43. Paz


Que paz me dá o tempo
Na vida, que paz encontro
Que sentimentos há em mim
Se a desejo tão a contratempo?

Amiúde vivo imerso em sonhos
Mas sinto não ser em vão
São pensares aquietados no peito,
Fragmentos de ilusão.

Amaria, por contradição, a paz fugidia
E nesta complacente paternidade
Amo também aos teus sentimentos
Que em tempos de afeto, tanta paz me dão.

Busco me retratar nestes versos
Em que há bonança
Benevolência da sina
No peito aquietada sem tardança.

Amaria, em última hipótese,
Querer-te destemidamente
Na incômoda incongruência
Da vontade que à paz contradiz!

José Roberto Abib –
Capivari, 08/07/2006 


44.  Guerra e paz

Uma menina só e triste chorava,
clamava pelos irmãos e seus pais,
e ao redor, a seca terra estalava,
escuros os ares, tonitruantes ais!

Rugidos de chamas se alastrando,
escombros pelo chão espalhados,
tristeza, nas lágrimas espelhando,
pobres orfãos na vida, largados!

Quando será que nesta terra infeliz,
os homens curvarão a altiva cerviz,
e buscarão o entendimento fraterno?

E farão deste planeta, um local feliz,
dando aos filhos, alegria que condiz
com o paraíso e jamais com inferno?

Arlete Piedade

Consul de Poetas del Mundo em Santarém-Portugal
www.mundopoeta.net/fadadasletras

45.  O SER E A PAZ!

A Paz tão desejada,
falada, escrita, cantada...
Em minh'alma fez morada,
dela apossou-se com fervor
e luta, diuturnamente,
para não morrer de amor.

Paz no mundo?
Verdade que se quer ter,
verdade que se busca
à luz do bem-querer.
Na realidade e nos sonhos,
com liberdade nela viver,
felicidade eterna e completa,
digna de todo o Ser.

Palavras de alegria,
de bondade , sabedoria...
Altruísmo em todos os ciclos,
da natureza , do poder e do sonhar,
a Paz estará mais próxima
na sinceridade de amar.

Sem perder a esperança,
tão pura , feito criança,
repito incessantemente:
amo o meu próximo,
aprendo a caminhar...
De coração , amo amar,
tenho Deus,
sinto-me capaz de,
com Ele,
SER a paz!

Rosângela do Valle Dias
BH/MG
20.06.2006 


46. PAZ..
Em teu nome eu procuro,
Por um olhar cheio de amor,
Um olhar cujo brilho,
Ofusque e apague,
O ódio deste planeta.

PAZ..
Em teu nome eu clamo,
Por um coração limpo,
De rancores e racismos,
Um coração tão puro,
Que o mundo todo,
Diante dele ajoelhe.

PAZ...
Em teu nome eu imploro,
Para que Deus nos ouça,
Pois neste mundo não existe,
Ninguém a não ser ele,
Para fazer de você nossa única bandeira.

PAZ...
Venha meu Senhor,
Venho nos salvar,
Retire as guerras,
Proteja os inocentes,
Nos traga a Paz,
Pois na alma dessa gente,
Que promove tanta morte,
O Senhor não mais esta,
De certo te perderam,
E não sabem como encontrar.

PAZ..
Não adianta noutro lugar procurar,
Os teus olhos não podem ver,
Tuas mãos não podem tocar.
Paz está apenas no coração,
Daqueles que aprenderam a amar,
Tudo o que Deus criou...

Paz...
Por ti todos nos somos responsáveis,
Em todos os nossos atos,
Necessitamos semear-te diariamente,
Comecemos então por nosso próprio caminho,
Pois com certeza Deus vai nos abençoar,
E aqui neste nosso planeta,
Um dia com certeza,
A nossa almejada PAZ ...virá morar.

2003 - 
SÔNIA MARIA FERRAZ 

 47. Entre a Cruz e a Espada. 

(Paz?)

Percorro o mundo
Com minha retina poética
Vejo fogos de artifícios
Misturado a tiros
Vejo meninas se prostituindo
Crianças vendidas
Que nem escravos
Com dentes bonitos

Percorro o mundo
Com a cara de sonho
Encontro o vento soprando
Rosas brotando
Mais um pouco...
Cresce o martírio
Tombam traficantes
Sobra apenas o pó branco
E o sal da terra
Lá em cima
No pé do morro
Uma Cruz
Que não representa Jesus
São os mortos
Na calada da noite
Ou mesmo no barulho do dia

Qual será o significado
Da Cruz?

Martírio.

Sigo percorrendo
E a paz eu não vejo
Agora escuto o rádio
Explosões, rebeliões
Terrorismo

Qual o significado da Cruz?
Jesus
Tem como nos salvar?

Rose de Castro
A 'POETA'

48 , O Concilio da PAZ...

Ouvi dizer que a paz morreu de desgosto
A alegria fugiu de cada rosto
Lágrimas brotaram em profusãoã
Um pesadelo cobriu o planeta terra

Noites inteiras de terror
Onde o estrondo das bombas e seus clarões
Varrem da face da terra
Povoações inteiras de tal maneira que o céu se desesperou!

E que o senhor da guerra
Vencendo e conquistando
Matando e disseminando
A crueldade pelas portas do mundo esta a fazer avançar

Que o ser humano perdeu as esperanças
E vendo morrer a míngua muitas crianças
Insensível cego a isso tudo estacou
A guerra deixou aniquilar os seus ideais de paz e amor
Tornando o mundo um lugar de extremo terror ,desolador!

Mas em um espaço distante
Se ouviu o hino errante
A poesia a clamar em altos brados
O altear da bandeira solidaria da paz

Amigos de todos os continentes
Sentiram em seu corações
Que não existe país ou fronteiras
Para as leis que regem os corações!

Unidas essas almas iluminadas
Com seus bordões de ouro
Anunciaram a alegria e a paz
Desejando transformar bombas em epopeia

Alimentando as essências esfomeadas
A luz convidando a entrar na alma do ser humano
Trazendo a tona a chama renovadora
Trnasmutando âmago da terra

Alcançando a perfeição
E assim esquecendo as guerras
Deixando reinar o Perdão!
Entoando em coro...!!!

A palavra edifica o homem!
(Palavra de Deus)
Bem Haja a Paz e o Amor ....
Perola da coroa
24/82006

 49 -A rosa

Hoje acordei,
Abri a janela e avistei uma linda rosa
Que desabrochava em um lindo amanhecer
De repentina manhã de Junho.
Ela inspira beleza
Que aflora a natureza
E realça o florescer
Do imenso jardim.
Ah! A paz que acontece
Quando ela aparece,
Só estando presente para perceber.
A rosa simples e delicada
Será sempre uma atração
Que de geração em geração
Mostra que a plenitude
Tem que ter dedicação.
Rosa ao vento,
Paixão que acalento,
Veraneio.

Camila da Silva César
São Paulo,
 09 /6/ 2006 


50- TROVAS PELA LA PAZ 

Que a paz mundial, que sonhamos,
não seja mera utopia...
Para alcançá-la, vivamos
com muito amor cada dia!


Lutemos pela conquista
da paz mundial no universo,
numa guerra pacifista,
usando as armas do verso!


A paz mundial é utopia
dizem uns... Não é verdade,
se buscarmos na Poesia
as armas da Humanidade!
www.gislainecanales,com 

Gislaine Canales
24/8/2006



51-  CLAMOR A PAZ... 


C caminhamos tentando encontrar uma
L luz que ilumine os povos, e,
A acabe com as injustiças e a guerra que
M matam milhares de seres humanos,
O onde o amor foi sufocado e em seu lugar brotou o
R rancor que a tudo destrói, gerando sofrimento e dor. 

A amor é a palavra chave para encontrar a PAZ.

P precisamos nos unir e dar-nos as mãos, e,
A arrastando essa corrente de clamor universal
Z zarparemos em busca dessa PAZ tão sonhada.


There Valio – 23-08-2006



Obs: Segue na 2 o texto acima...Vem comigo...


Obs: Espero com essa alcançar o mesmo êxito que juntos alcançamos , na maratona de ACRÓSTICOS, "O CLAMOR A PAZ" já seguiu seu curso...espero levar comigo as tantas vozes do nosso Recanto das Letras. Repasse esse link a todos os poetas, de qualquer sitio, só serão aceitos POEMAS  SONETOS E POESIAS :http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=215607  Estarei ao longo da
CIRANDA, informando ao Ministério da Cultura suas participações. Se não conseguirmos editar uma antologia, traduzida, encontraremos, alguma fábrica de papel, que imprima em um grande rolo, para lermos em PARIS . Avante poetas! Seus textos deverão ser enviados para meu e-mail : dethaak@oi.com.br, não os coloque em meus comentários, pois não atualizarei se assim for feito. Beijos poéticos morrendo do prazer.”A Poetisa dos Ventos”.



Leitura recomendada:  "SOM VOZES"




Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 13/08/2006
Reeditado em 25/08/2006
Código do texto: T215607
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65360 leituras)
50 áudios (9718 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:01)
Deth Haak