Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Emergência de um louco e sua enfermeira

Abriu as prateleiras e não encontrou nenhum medicamento que lhe acalmasse, pediu à enfermeira que lhe trouxesse algo. O que teria deixado aquele louco tão apreensivo e esbaforido, pensava ela? Como era contra as normas, dar aos pacientes qualquer líquido ou comida que não estivesse em seu cardápio, com medo de infringir as regras, a jovem enfermeira pega um copo com água e adiciona muito sal. Ao entregar para o louco, o mesmo responde, suando muito:
_ Hum, que gosto estranho, mas estou mais calmo e vendo tudo a dois!
Orgulhosa por despistar o homem, e não ligando muito pelo fato de estar vendo tudo em duplo, afinal era demente, a enfermeira faz exames de rotina e se altera ao checar a pressão do paciente, o mesmo possuía pressão baixa e sofria de quedas variadamente!
O louco, em sua insanidade, achou o “remédio” de grande utilidade, enquanto que a enfermeira, consciente, fora considerada louca pela tão insanidade cometida.
É isso que acontece, conviver com quem não é de sua natureza.



________________________________________________________
© Copy Right 2006 Todos os Direitos reservados a autora.
Rafaela Malon
Enviado por Rafaela Malon em 15/11/2006
Reeditado em 18/11/2006
Código do texto: T292431

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Deverá citar o link (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/rafamalon) seguido de meu nome.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rafaela Malon
Assis - São Paulo - Brasil, 31 anos
125 textos (8190 leituras)
5 áudios (737 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:14)
Rafaela Malon