Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FUGA DO BURRO

Em nossa casa apareceu
Um homem chamado Dirceu
E nos disse que perdeu
Um burro na vizinhança
Foi domingo bem cedinho
Acordou gritando os vizinhos
E o meu filho Joãozinho
Também entrou na dança

Já todos então acordados
Alguns mal humorados
Só nos restava a ocorrência
O tal Dirceu um matuto
Com aparência de luto
Pois trajava roupas pretas
Com um chicote na mão
Na cinta um grande facão
Montado numa lambreta

As vestes sujas de lama
Constatava o seu drama
Na procura do bichano
O animal Frederico
Tinha fugido do circo
Agressivo e insano
Aos coices arrombou as grades
Da jaula sem piedade
Causando um grande dano

Então fomos descobrir
Porque tanto insistir
O Dirceu em nos chamar
Do circo era o dono
Interrompeu nosso sono
Para seu burro pegar



No fundo do nosso quintal
O dito cujo animal
Com uma jumenta a trepar
Parecia estar no cio
Motivo do curto pavio
Quem é que vai condenar?...
O engate estava feito
Embute muito perfeito
Acho melhor esperar...



 




 


Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 03/05/2006
Reeditado em 11/08/2008
Código do texto: T149829
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos de Almeida). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
484 textos (39318 leituras)
60 áudios (6885 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:58)
Carlos Mambucaba