Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRIBUTO A JOHN LENNON - "JUST JOHN LENNON"

* 9 de Outubro de 1940, Liverpool, Inglaterra
+ 8 de Dezembro de 1980, New York - EUA),



John Winston Lennon nasceu na Inglaterra, Liverpool, no dia 09/10/1940, em plena 2ª Guerra Mundial. Acho que, por esse motivo, trouxe com ele um desejo, quase um estigma, que o direcionava à paz. 
Nesses dias tortuosos em que estamos vivendo no Brasil, ou seja, em face dos diversos acontecimentos desagradáveis que há muito ocorrem em nossa terra, manchando de sangue nossas fontes, cachoeiras e cascatas, nosso solo varonil, o berço de nossa pátria tão gentil, entrei em sintonia com os Mestres da paz e desejei que tudo isso tivesse um fim.
Bem, em minha opinião, o mais atual dos Mestres da paz é o John Lennon...
Eu, como sua fã, remexi em tudo que falava a seu respeito e, eis que de repente,
me deparei com um DVD, que comprei, é claro, que era um tributo a ele e ao seu legado real.
Meu querido John...
Um ato vil, infelizmente, de cegueira torpe, de cegueira mental e espiritual o levaram de nós, como outros que nos foram levados de forma cruel, insana, e hoje envolvidos pela dor e saudade nos fazem amofinados e entregues ao pesadelo do acordar e de viver a nossa realidade, frente a tantos acontecimentos que degeneram a família e nos deixam mais frágeis e descrentes para o amanhã que nunca saberemos se poderemos viver.
A quem devemos honrar?
Que vírus violento é esse que se aloja nas entranhas do povo e culmina na negação de nós mesmos?
John Lennon dizia para lutarmos por um controle de armas, a fim de darmos uma chance a paz... para nos amarmos e nos respeitarmos dando também uma chance à paz...
Ao mesmo tempo, é válido lembrar uma célebre frase de Sheakspeare:
- "O que é esta cidade, a não ser o seu povo?"

Em alguns países, como nos EUA, por exemplo, o dia 11 de setembro foi marcado pela dor. Foram atingidos por "alguém" de fora que, de maneira covarde e insana, matou inocentes para mostrar ao mundo que não era escravo dos EUA e não se curvaria à sua vontade.
- Para que e por que? Será por vaidade, ou seja, será que queriam demonstrar a força e a autoridade de seu povo frente à humanidade?
A palavra feia que responde essa pergunta é Etnocentrismo... Isso mesmo,
Etnocentrismo que resulta em ódio pelo seu igual.
Voltando ao solo varonil, de nossa pátria mãe gentil, meu querido Brasil, vejo que não vem ninguém de fora para nos atacar, mas, ao contrário disso, somos atingidos por nossos irmãos que lavam as ruas com os restos de uma imolação cruenta. É como se existissem vários Hitler's, dentro de cada um de nós, sedentos por um novo holocausto.
A única diferença, também, é que o Hitler, ensandecido pelo ódio que corrói e pela vaidade desvairada acumulada em seu doentio ser, desejava exterminar um povo que ele julgava prejudicial a raça humana.
Aqui no Brasil, porém, os exterminadores são nossos próprios irmãos brasileiros. Triste..."Os animais não fazem isso, apenas os monstros".
Mesmo repetitiva, continuo enfatizando minha insatisfação e meu desejo de PAZ.
Quero participar, quero revolução pacífica, quero que todos se reúnam pela paz e para a paz, esquecendo as diferenças e lembrando sempre que somos todos iguais, todos.
Decência e amor pelos seres humanos do mundo inteiro... Um lar pacifico para a humanidade inteira.

John cantou: "Dê-me um pouco de verdade. Só preciso de verdade"...

Em sua canção "Nowhere Man" disse:
"Não tem um ponto
de vista, não sabe para onde vai".

Minha bandeira é branca... Nela não existem símbolos, cores representativas, tampouco frases que designem a história de um povo. Minha bandeira é pequena ainda, mas traz um nome que pode mudar o futuro do mundo: P A Z .

"Não há problemas, há soluções!" (John Lennon)

Lembremos o pensamento do John. Vamos viajando com ele e entendendo que devemos permanecer aqui um pouco mais... com mais qualidade de vida.
Dignidade é a palavra da hora.
..............................................................................................

O PENSAMENTO DE JONH LENNON

"Imagine uma época em que não era preciso ter passaporte. Você ia de um país a outro... Antigamente isso era possível.
Que história é essa que aqui são os Estados Unidos da América e do outro lado do campo o Canadá?
E você precisa de documentos, fotos, carimbos, passaportes...
O conceito é de imaginar nenhum país, nenhuma religião, nenhum deus, embora você tenha o direito de imaginar...
Imaginem que reverenciamos Jesus cristo, Maomé e Krishna igualmente...
Não temos que adorar a nenhum deles, mas imaginem nenhum católico, protestante, nenhum judeu...
Imaginem liberdade de religião”.

---------------------------------------------

"Sou otimista por causa das pessoas que conheci no mundo todo.
Não sou louco, sozinho... Isso é em nível pessoal.
E Woodstock, as reuniões em massa da juventude são coisas positivas.
Agora todos estamos mostrando nossas bandeiras. E quando você
faz isso, você não está sozinho.
Não é preciso ter alguns mártires cristãos, porque somos muitos.
Não tenham medo porque quem está lá em cima cuida de você... Se você levar a coisa assim...
Eu sou positivo. Se estou negativo, tenho Yoko, que é tão forte quanto eu e isso ajuda.
E é só o começo. Os anos 60 foram pouco. Foram o despertar pela manhã e nem chegamos à hora do jantar.
Eu mal posso esperar. Que bom que estou aqui!
E seremos cada vez mais pessoas.
E não importa o que pensem as pessoas convencionais.
Elas não tem chance! (muitos risos do John)"

----------------------------------

"Em nome do Marxismo ou Cristianismo, eu quero saber o que farão depois de 
destruí-la. Terá algum uso?
Para que bombardear Wall Street?
Se querem mudar o sistema, mudem. Não adianta atirar nas pessoas"...

----------------------------------

"Somos um mundo, um povo, gostemos ou não.
Podemos fingir que estamos divididos em raças e países, e continuar fingindo até parar.
Mas, na realidade, somos um mundo e um povo. Essa é a verdade".

----------------------------------

"Hoje a guerra acabou se você quiser".

----------------------------------

"Ainda acredito em amor, paz, em pensamento positivo.
Enquanto houver vida, há esperança.
Sempre considerei meu trabalho como uma só peça e ele só estará terminado quando eu morrer e for enterrado. Espero que isso demore"...

----------------------------------

"Meu filho chegou com um desenho de uma mulher estranha que voava.
Ele disse que era "Lucy in the sky with Diamond's". Eu achei bonito e imediatamente fiz
uma canção.
O álbum já tinha sido lançado e alguém notou que as iniciais formavam LSD.
Eu nem imaginava. Depois disso fui olhar as letras de todas as canções... 
Não formavam nada... E não era nada disso"...

Nota: Estava se referindo ao julgamento que as pessoas faziam dele e do seu trabalho, ou seja, mentiam e inventavam coisas para terem notícias. Nesse caso, especificamente, ele estava sendo acusado de fazer apologia às drogas,
em especial ao LSD.

-------------------------------------------

Somos uma família.
Yoko e eu casamos, temos um filho e queremos que ele tenha um bom futuro.
Vocês tem a força do voto.
Mostrem a seus vizinhos que querem paz, por difícil que seja...
É difícil para todos nós.
Passem a palavra adiante. Pensem nela.
Ponham a palavra "PAZ " na janela, mesmo sem saber exatamente porque
fizeram o mesmo.
Todos querem paz, não importa o que façam.
É possível fazer muito ao seu redor.
Só queremos que pensem em seus filhos.
Não querem que sejam mortos, ou querem?
Essa é a nossa opção, GUERRA ou PAZ.

------------------------------------------

Imagine
(John Lennon)
Canta: John Lennon

Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today...

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peace...

You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day you'll join us
And the world will be as one

Imagine no possesions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
In a brotherhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world...

You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day you'll join us
And the world will be as one

-------------------------------------------------

Imagine
Tradução: Ze Lennon
Álbum original: Imagine (1971)

Imagine que não há nenhum paraíso
É fácil se você tentar
Nenhum inferno debaixo de nós
Acima de nós, só o céu
Imagine todas as pessoas
Vivendo para o hoje...

Imagine que não há países
Não é difícil fazê-lo
Nenhum motivo para matar ou morrer
E nenhuma religião, também
Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz...

Tu podes dizer que sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia te juntes a nós
E o mundo será um só

Imagine nenhuma posse
Que maravilha se você conseguir
Nenhuma necessidade de ganância ou fome
Em uma fraternidade de homens
Imagine todas as pessoas
Compartilhando todo o mundo...

Podes dizer que sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia te juntes a nós
E o mundo será um só
__________________



"É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que com a ponta da espada." (William Shakespeare)





(Amália Klopper)





http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1315
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=12541467

MEG KLOPPER
Enviado por MEG KLOPPER em 28/05/2006
Reeditado em 30/05/2006
Código do texto: T164779

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Enviando um e. mail solicitando autorização.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
MEG KLOPPER
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
311 textos (917138 leituras)
38 áudios (68634 audições)
3 e-livros (3129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:46)
MEG KLOPPER

Site do Escritor