Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

13 DE MAIO, AO MEU NEGO ASSASSINADO...

NEGRO TONHO

PALMARES COMEMORANDOTAMBORES RUFAM AO
 LONGEAO  LEMBRO-ME...NEGO TÔNHO...
NÃO TE DEIXARAM  VIVER, POIS O  AMOR POR SEU POVO
ENCOMODAVA OS ESTRANHOS. QUE PENA...
NEGO TÔNHO...
DE VOCÊ RAÇA HERDEI ,SAUDADES NEGO TONHO
SÓ ME RESTA ESCREVER, AQUI NADA MUDOU...NEGO
TONHO. OS SEUS MISCIGENADOS EU POETISANDO SONHOS
GRITANDO AOS QUATRO CANTOS E AO VENTO...
 LIBERDADE NEGO TONHO...
SENZALA TORCOU DE LUGAR, DOS FUNDOS
 DA CASA GRANDE,  NEGROS NO ASFALTO
 A IMPLORAR ,ESCOLAS PARA SEUS FILHOS
TENTANDO VIDA MUDAR...LAMENTOS AÇOITES
AQUI NADA MUDOU. SEGUIMOS DO MESMO
JEITO SONHANDO COM A LIBERDADE
 QUE ISABEL ASSINOU . HÀ  NEGO TONHO...
DE VOCE TROUXE A LUTA  E VONTADEDE VENCER...
IMAGINA NEGO TONHO ,MISCIGENAÇÃO DE VOÇE.
 POR TANTAS LUTAS TRAVADAS MUDEI O MEU VIVER..
SOU MULATA ... NEGO TONHO, SOU PARTICULA DE VOCE.
QUANDO PASSO, DEIXO  SEM GRAÇA BRANCA QUE
MULATA VE,  QUERIA NEGO TONHO QUE VOCE PUDESSE VER...
MUDEI TODOS OS CONSEITOS ORGULHO-ME
ASSIM SER, BRIGO POR NOSSOS VALORES
 DE GRANDE RAÇA SER . OS NEGREIROS AQUI
 NÃO APORTAM  MAIS, NÃO  NÃO EXTINGUIRAM
 A ESCRAVIDÃO... ELA SEGUE A OLHOS VISTOS
COM CONSENTIMENTO DA NAÇÃO...HOJE  13 DE MAIO,
 DIA DA LIBERTÃÇÃO, CONVERSA PARA INGLES VÊ..
TEM BATUQUE AQUI NA CASA, FEIJOADA PRA COMER
NÃO PODEMOS MUITO FAZER, NEGO TONHO ,PRA VOCE
 O MEU MELHOR .TROQUEI QUARTINHA DO SANTO
 SÁUDEI  MEUS ORIXÁS E SÓ ISSO QUE NOS
RESTA , NOS RITOS SOMOS LIVRES E LIBERTOS SOMOS PAZ...


NEGO TONHO, DESTA CRÔNICA NEM SEI SE ESSE NOME
POSSO DAR...LAMENTO MISCIGENADO, DA NETA DO NEGO TONHO
QUE NUNCA SE FEZ DE ROGADO.  ASSASSINARAM  NEGO TONHO,
E SEU DIREITO CONQUISTADO...ELE MUITO NÃO QUERIA, SÓ
QUIS VER IGUALDADE, NEGO TONHO NASCEU LIVRE E POR
ISSO MUITO LUTOU. OS SENHORES DE ENTÃO NÃO PODIAM
CONSEBER, NEGRO REVINDINCANDO O DIREITO DE LIVRE SER.
CALARAM MEU NEGRO TONHO, COM FEIJÃO ENVENENADO.
 NÃO CALARÃO,  MEU EU MISCIGENADO...


DETH  HAAK

13/05/2005
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 13/05/2005
Código do texto: T16708
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65338 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:04)
Deth Haak