Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRÔNICA POÉTICA


Um poeta, certa vez, conversando com uma linda mulher pediu: —Vira-te um pouquinho contra o vento, para que eu possa sentir mais forte o teu perfume?
Ela respondeu: —Poeta, não se dê a esse trabalho de esperar pelo vento; vou mandar-lhe um pouquinho de cada perfume com que me asperjo.
Torna o poeta: —Sim, aceito com uma condição.
—Qual, indaga a linda mulher.
E o poeta: —Contanto que junto aos perfumes venha também um pouquinho de teu sorriso, um brilho dos teus olhos, um pouquinho do aveludado de tuas faces, um pouquinho da beleza de teus lábios,  e um punhado das maravilhas de teu corpo... assim concordo e serei o mais feliz dos seres humanos.
A linda mulher sorriu... e virou-se contra o vento.

Lucan
Enviado por Lucan em 28/06/2006
Código do texto: T183889
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 83 anos
1983 textos (82343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/14 08:15)
Lucan



Rádio Poética