Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AVALIANDO O PRODUTO...

Avaliando o produto...

 ...Final de tarde , a lua já despontando... ouço  campainha Ao atender disse boa tarde , Procuro a moça  do anuncio, um frio na espinha ...Coração descompassou...Tremeu meu corpo, belo espécime , me apresentei com salamaleks , o de sempre um célebre muito prazer, dissemos os nomes e o convidei á entrar. Tudo muito confuso, nas mãos Um saco de padaria, duas garrafas Pude ver,  pode entrar fica a vontade...Café??  trouxe  Vinho tinto do  anuncio não é o  que bebe? Surpresa... disse Rouxinol cantador , nome que se  apresentou, pra mim trouxe catuaba, Rouxinol me desmontou.  entre risos sem graça, trouxe as taças ele repudiou, catuaba só se toma em copo Nadir Figueiredo . quase me faltou o ar...Rouxinol  me desarmou, relaxei de uma vez, a primeira taça, quase engasguei.  desarmei-me comecei  avaliação, o que faz de onde vem o trivial?  moço bom falador ,formoso no conto e bom cantador, multifuncional  Rouxinol o cantor, entre catuaba e o vinho, risinhos devagarzinho avaliando o Rouxinol examinando. coisa de mulher, as unhas bem tratadas, o relógio sapato  coisa de sulista abestada.  rsrsr  me dizia o Rouxinol parecia muito à vontade, seguro do que queria,  disse ser eu igual à imaginação que teve.  no anuncio do jornal, que ele não pensará mal que fazia seu tipo...soltou-se o Rouxinol, terceira catuaba meu vinho escafedeu-se, elogiei o sabor ,e disse se  não toma vinho como encontrou, este da melhor qualidade , bem relaxado  Rouxinol ... numa destas lojas de bebidas importadas ,entrei em uma adega pedi a mulher do balcão...disse que queria uma boa garrafa de vinho tinto dessa que mulher fina gosta, ela perguntou quanto podia pagar, eu lá sei rsrsrs  preço de vinho sei que quero o melhor, disfarcei risinho... interessante Rouxinol, garimpeiro dono de mina água marinha no interior... eu pura adrenalina, O coração a querer  saltar pela boca , meio que em desespero sequei o vinho, e eu que  gosto de sorver devagarzinho apreciando o bouquet.  continuei avaliando o produto...encanto de passarinho que pousou na minha árvore. muito dono de si, tosco rústico o Rouxinol que conto. falamos de musica me pediu o violão, improvisou cantando a moça do anuncio publicado... pode? espero que não percas as penas no suadouro pretendido, pensava com meus botões... que cantando não desafine,  tocando não perca nota que me vire do avesso,  que traga fêmea de volta no  vôo do copular. ...avalio o produto passando no  controle do IMETRO vou desenvolver o texto, calça direitinho no pé... senti o tranco,em um só braço trouxe-me para junto do seu corpo, vi muitas constelações, me faltou o ar.  cabra macho diz Rouxinol cantador, senti no abraço o perfume do macho, hálito... catuaba, não difere do malte importado,  nordestino que se presa não nega fogo, pra sulista fazer graça, vamos ao que  interessa... pálida gelou a moça sem cérebro.  calei-me não disse mais nada, ouvi o Rouxinol... cabra da peste , diz ser forte seu santo, nordestino tem valor, comendo cuscuz e mandioca  traz a força e o vigor, farinha mel de engenho rapadura, isso sim é alimento, se gabava o moço.   viagra de cabra arretado é a tal da catuaba....rsrsrsr  levanta morto de três dias traz ereto mastro estiando a bandeira, um poeta do seu jeito.. .  conseguia  me deixar sem rima... sem graça, no teste foi aprovado.  cavalguei a noite inteira no lombo do Rouxinol  cantor. sandices eram flores plantadas no seu verão,  eu a primavera... cobria-me de águas marinhas era tudo que sussurrava, entornei meu manguzá... fiz-me manhosa, foi tanto afago e dengo, que não quis parar... AMEIIIIIII. cabra macho  nordestino que peste,empestei-me. arretado vice!!!!!! de sexta para a segunda, não se fez de rogado, que bom jogo de cintura, fogoso... tentação o passarinho que  pousou na minha arvore .  fez-me voar de tesão, pedi bis tris, não pare o vôo ...  passarinho obediente entendia do riscado, sabia onde tocar e como bicar . costume laçar o boi, vaquejada é seu esporte, criador e  domador de cavalos  xucros, no RIO GRANDE DO NORTE.  passou na avaliação o produto avaliado...êta Rouxinol bão ....

obs: agradeci a Santo Antonio de Lisboa, São João me presenteou,agendamos pra São Pedro , uma exposição de gado,com direito à vaquejada e forró pede serra . hoje sou potióca, moradora de oca e comedora de camarão.

Deth HAAk
21/06//2005
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 22/06/2005
Código do texto: T26681
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65339 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:26)
Deth Haak