Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REGRAS DE CONVIVÊNCIA

   Desde de que a espécie humana se reuniu, talvez quem sabe para se defender dos seus inimigos comum. E tambem para que os atritos internos desta primitiva comunidade não resultasse numa consequente fragmentação. Supomos que tenha sido necessário a criação de regras de convivência. Justamente aí iniciou-se um processo chamado civilização. Desde aquela condição estreita e primitiva, o sentido da palavra política saiu dos compromissos meramente verbais para atingir no que se transformou hoje, um emaranhado e complexo conjunto de leis.
     Tem sido os entreveros comunitários que vem forçando a redefinição das relações e cunhando a evolução dos conceitos e das ideias acerca da ciência política. Foi o próprio elemento humano que exigiu mais clareza nas regras, forçando assim a definição de atribuições e resultante fixação de conceitos hierárquicos.
    Com relação ao impacto da comunidade no índividuo que a forma, temos a dizer que um individuo só irá compreender a dinâmica de um grupo depois que compreender a influência do grupo sobre sí, e assim projetar nele sua consequente resposta. Só a partir deste momento é que é que tal individuo estará apto para avaliar suas dependências comunitárias e também sua influências positivas ou negativas sobre a mesma. Neste momento ele passa a se reconhecer como mais um tijolo nesta imensa parede da pirâmide social..
     A administração da coisa pública já careceu muito mais, mas ainda carece bastante de uma organização que seja mais precisa, mais justa e sobre tudo mais estável. Precisamos que o direito venha lastreá-la e dar a ela maior consistência Jurídica, ela está a exigir a edificação de solidos preceitos, pois o exercício da política é um constante diligenciar de controvérsias. Muitas vezes as doutrinas assumem posições que não estão em condições de sustentar. Mesmo porque a espécie humano precisa chegar ao entendimento de que
necessita saber, e saber de maneira limpa e clara, de que a segurança absoluta ela jamais o terá, mesmo porque os preceitos são peças movediças, que vivem tendo que se adaptar às circunstâncias de tempos e lugares. É uma gradativa marcha de descoberta de facetas novas. Podemos dizer com algum grau de certeza que a Justiça é uma estrutura míope e que por não enxergar direito acaba tropeçando em qualquer coisa. Esta miopia é uma coisa contagiante; a escassez de visão da sociedade brasileira acabou induzindo o mundo inteiro a tomar nossos muitos casos de corrupção na máquina pública com tendência inata para corrupção que supostamente o brasileiro possui.
      É bem certo que assim como o rato busca a despensa para alí ficar próximo da comida, o individuo velhaco busca a política para ficar mais perto do poder. Só os herois e os santos resistem ao fel amargo das privações. Quando assim falo, penso nos milhões de brasileiros que veem drásticamente reduzidas até a ração dos seus filhos menores, o leite dos seus bebês, e os gazes dos seus fogões, sem jamais pensar em se valer dos cofres públicos.
       
Elopere
Enviado por Elopere em 27/04/2009
Reeditado em 28/04/2009
Código do texto: T1562175

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Elopere
Passos - Minas Gerais - Brasil, 68 anos
211 textos (15314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/14 02:20)
Elopere



Rádio Poética