Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre a menina, líquidos inflamáveis e procedimentos úteis.

É estranho que mesmo sabendo do perigo, eu não me preocupei com os métodos próprios para evitar incêndios. Não me preocupei em não guardar litros e litros de líquidos inflamáveis em prateleiras que estão em todo lugar. Que estão na sala, no quarto. Na sacada, no banheiro, no teto. Nos pensamentos. Não li os manuais de segurança, não me certifiquei que estava tudo seguro em embalagens tecnologicamente produzidas para evitar explosões e, enfim, os incêndios.

Eu preciso ter certeza. Sim, da próxima vez que acordar preciso ter a certeza que já está tudo bem construído. E novo, funcionando. A mais nova de todas, a mais moderna, a mais funcional. Uma saída de incêndio, saída de emergência, para os orgãos que precisam, coração, pulmões, respectivamente. Bem sinalizada, com luzes vermelhas que acendem automaticamente no escuro. Então, antes de você queimar todas as coisas e todo o oxigênio, posso abrir, sair e respirar. Posso fugir, fácil, sem queimaduras de primeiro grau. Segundo grau. Terceiro grau. Sem asfixia. Sem intoxicação.

Combustível, comburente, energia, reação em cadeia. Eliminando-se um desses 4 elementos, terminará a combustão e, conseqüentemente, o foco de incêndio. Pode-se afastar ou eliminar a substância que está sendo queimada, embora isto nem sempre seja possível. Pode-se eliminar ou afastar o comburente (oxigênio), por abafamento ou pela sua substituição por outro gás não comburente. Pode-se eliminar o calor, provocando o resfriamento, no ponto em que ocorre a queima ou combustão. Ou pode-se interromper a reação em cadeia. Os incêndios, em seu início, são muito fáceis de controlar e de extinguir. Quanto mais rápido o ataque às chamas, maiores serão as possibilidades de reduzi-las e eliminá-las.

É preciso conhecer, identificar bem o incêndio que se vai combater, antes de escolher o agente extintor ou equipamento de combate ao fogo. Um erro na escolha de um extintor pode tornar inútil o esforço de combater as chamas; ou pode piorar a situação, aumentando ainda mais as chamas, espalhando-as, ou criando novas causas de fogo. Ao usar um extintor lembre-se de: agir com firmeza e decisão, sem se arriscar demais. Manter a calma, desligar os circuitos elétricos envolvidos. Constatar não haver risco de explosão. Usar o agente extintor correto e observar que não haja reincidência dos focos.

Durante milhares de anos o fogo foi assunto de mistério, medo, superstição e adoração. Os homens primitivos associavam fogo a catástrofe. Progressivamente os humanos têm aprendido como dosar o combustível e controlar o fogo. Alguns, outros não.

Pardon me while I burst into flames.
André Sandes
Enviado por André Sandes em 22/09/2007
Reeditado em 22/09/2007
Código do texto: T663577

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Sandes
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
1 textos (49 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:30)