CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

TAMPOUCO OU TÃO POUCO?

____________________________________

Descomplicando a Língua

 

1. Tampouco é advérbio e significa "também não". Portanto, sempre numa única palavra para expressar também não:

   Ele não entrará, e você tampouco (e você também não).

   Não saiu, tampouco (também não) conseguiu dormir.

   Tampouco me pagou o que devia.

   Ela não saiu; eu tampouco.

3. Tão Pouco (= pequeno, muito pouco ou pouca coisa) são duas palavras distintas, formado pelo advérbio "tão" e pelo pronome indefinido ou advérbio de intensidade "pouco". Como advérbio, "pouco" modifica um verbo e não varia: Caminhamos <= tão pouco hoje!

   Falou <= tão pouco que pensaram estivesse doente.

   Faz <= tão pouco tempo que estamos trabalhando!

   Meu sapato custou tão pouco que valeu a pena ter comprado!

Como pronome indefinido, "pouco" acompanha um substantivo e pode flexionar-se: Vieram tão poucos => convidados à festa!

   Nunca havia recebido tão poucos => amigos em casa.

   Nunca havia recebido tão poucas => manifestações.

2. Nem Tampouco é, geralmente, usado para enfatizar o sentido de negação. É um recurso lingüístico, sobretudo na linguagem falada. Não se trata de erro, mas sim uma alternativa menos formal a "tampouco".

   Não concordo com esse prazo, nem tampouco com essa prestação.

   Não verifiquei minha grafia, nem tampouco a pontuação.

   Não proibimos fumar no jardim nem tampouco andar na grama.

Gramáticos há, que ainda não aceitam a conjunção "nem" antes de "tampouco" como um recurso linguístico. De modo que consideram incorreto seu uso. Justificam que "nem" tem o mesmo significado de "e não". Desse modo, a expressão "nem tampouco" torna-se pleonástica, equivalendo a "e não, também não", repetindo-se a idéia de negação duas vezes com palavras diferentes; o que, na realidade, é verdade. ®Sérgio.

____________________

Para maiores informações sobre o assunto ver: Cegalla, Domingos Paschoal, Novíssima Gramática da Língua Portuguesa; Editora Nacional, 2005. / Savioli, Francisco Platão. Gramática em 44 lições. Ed. Ática, São Paulo,

Se você encontrar erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 31/03/2009
Reeditado em 17/07/2013
Código do texto: T1516145
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
1281 textos (13389738 leituras)
7 e-livros (5634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/14 07:49)