Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONCORDÂNCIA DO VERBO SER

­­­­­­­­­­­­­­­­­­__________________________________________________      

 

O verbo de ligação [ser] apresenta uma concordância particularíssima, já que, em vez de concordar normalmente com o sujeito, oscila entre o sujeito e o predicativo do sujeito. Veja:

   Tua vida são => essas ilusões (predicativo do sujeito).

   A menina (Sujeito) <= é os encantos dos mestres.

CASOS ESPECIAIS DE CONCORDÂNCIA DO VERBO SER

1º. Quando o sujeito for um dos pronomes tudo, o (seguido de "que"), isto, isso ou aquilo, o verbo [ser] concordará com o predicativo do sujeito, se este estiver "no plural": O que eu queria eram provas.

   Aquilo eram => fantasias da infância.

   Nem tudo eram => flores. / Isso são => ilusões, Marina!

   O que fica na memória são as lembranças.

Mas Atenção: O verbo [ser] fica no singular quando o predicativo é formado de dois núcleos singular: Tudo o mais é => saudade e tristeza.

2º. Quando o sujeito é "nome de coisa ou objeto (no singular)" e o predicativo do sujeito um "substantivo no plural", o verbo [ser] concorda, de preferência, com o predicativo:

   A vida (coisa) não são => rosas.

   A cama (coisa) são => umas palhas.

   O seu segredo são essas vaidades.

Mas Atenção: O sujeito ou predicativo sendo nome próprio, nome de pessoa ou pessoa, a concordância se faz com [a pessoa]:

   O homem <= é cinzas. / Paulo <= era só problemas.

   Seu orgulho eram => os velhinhos.

   A menina <= é os encantos dos mestres.

3º. Na indicação de "horas, datas e distâncias" o verbo [ser] é impessoal (sem sujeito) e concordará com a expressão numérica (predicativo). Se ela for igual ou maior do que dois, usamos o "plural":

   Da estação à fazenda são três léguas a cavalo.

   Hoje são vinte e um do mês, não é?

   Seriam seis e meia da tarde?

   É uma hora e meia (hora).

   Hoje são 31 de março.

   Aqui está a conta: são dois mil reais.

Mas Atenção: se aparecer à palavra dia antes da expressão numérica, o verbo com ela concorda. Assim diremos: Hoje é dia 31 de outubro, neste caso, o predicativo é a palavra dia.

No caso de locução verbal, é o "verbo auxiliar" do verbo [ser] que concorda com o predicativo: Devem ser dez horas.

Estando a expressão que designa hora precedida da locução [perto de], hesitam os escritores entre o plural e o singular: Eram perto de oito horas. / Era perto de duas horas. Em caso de dúvida, num concurso ou vestibular, faça a concordância no plural.

4º. Quando acompanhado de muito, pouco, bastante, suficiente etc., usa-se apenas [é], independentemente do número em que estiver o sujeito:

   Dois dias é pouco tempo para aprender tudo isso.

   Três mil reais é bastante por esta casa.

   Vinte quilos é muito para uma criança carregar.

   Dois metros de tecido é suficiente para fazer o seu terno.

Há quem ache estranho essa concordância e que deveria ser: Três mil reais [são] bastante... A concordância no singular, embora estranha, acontece normalmente com as expressões que denotam "excesso, suficiência ou insuficiência". É mais um caso de concordância ideológica, o sujeito, embora no plural, guarda a ideia coletiva e o verbo no singular sintoniza com essa ideia.

5º. Quando um dos dois "sujeito ou predicativo" for "pronome pessoal", a concordância é feita com este pronome: Vocês são atrevidos.

   O Brasil, senhores, sois vós. (Rui Barbosa)

   Tudo eu era olhos e coração. (M. de Assis)

   Os interessados somos nós.

6º. Quando o predicativo é o pronome demonstrativo [o] ou a palavra "coisa", o verbo ser concordará com o "predicativo":

   Divertimento [é coisa] que não lhe falta.

   Os bastidores [é o] que me toca.

   Mentiras, [era o] que me pediam. ®Sérgio.

Para ter Acesso aos Exercícios, clique Aqui.

Tópicos Relacionados: (clique no link)

Concordância dos Verbos Impessoais (+ Exercícios).

Concordância dos Verbos Dar, Bater e Soar (+ Exercícios).

Concordância com Horas.

As Horas ou Às Horas?

O Uso de Horas no Texto.  

Concordância Ideologia ou Figurada.

__________________________

Ajudaram na elaboração deste texto: LUFT, Celso Pedro. Dicionário Prático de Regência Verbal. São Paulo, Ática, 1987./ Francisco Platão Savioli, Gramática em 44 lições.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura do texto e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 18/11/2005
Reeditado em 31/07/2012
Código do texto: T73350
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 67 anos
1281 textos (14860447 leituras)
7 e-livros (6200 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 01:30)
Ricardo Sérgio



Rádio Poética