Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BOCA DO VENTRE...

A boca do ventre...

Sorrir lacrimejado fluente sem mostrar os dentes
Orgíaca flor nus vórtices luzentes inspirados
Fluem-lhe avivados desejos frementes em róridos
Carpidos ,quatro lábios febris a boca ardente...

Profusões hormonais alicientes a dançar os neurônios
Serpenteados sedentos em convulsivos requebros
Provocando a volúpia pertinente divinizando os seios
Saciando a luxuria abstinente nus bastões de anseios ...

Rendo-me à imagem ambiente evocada no ventre
Como um réptil temperante deixando a gruta escura
Vislumbrando cogumelos renques a alvura contente...

Na sensação ambivalente da palavra escrita dissoluta
Refluí à mulher condizente, na boca em flor da poesia
Furor uterino envolvente, sutileza da alma feminina...

‘“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
04/3/2006

Como todos vocês sabem , minha inspiração é movida a comentários, ai mais um belo momento. Inspirada em comentários. E com este homenageio a todas vocês MULHERES. Eu me rendo à imagem evocada e a sensação da palavra escrita...Mulher na boca da poesia..em flor...em furor...intra uterino...parindo a delicadeza e suavidade da alma feminina...Belíssimo Deth!!! beijos
Enviado por Izabella Gamellas em 04/03/2006 16:00
para o texto "Mulher estro em flor... Maratona"

A Maratona de ACRÓSTICOS segue. A quem estiver cansado de ler este lembrete, é só deletar, sou MULHER
Que não fujo de meus objetivos, e neste momento quero o GUINNESS para meu RECANTO DAS LETRAS.
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 04/03/2006
Código do texto: T118764
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65332 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:49)
Deth Haak