Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COISAS DE MÃE (EM MEMÓRIA)

Naqueles dias ficávamos alí, no meio da tarde,  aninhados no colo materno,   suas mãos fazendo cafuné,  transmitindo bênçãos divinas, gestos de amor, doando seu coração.
E era o bastante. Não precisávamos de mais nada. Só mais colo, e ela se desdobrava  em generosa atenção mediante a demanda por um pedacinho daquele ninho de amor.

Acontecia sempre à tarde, quando ela se refugiava naquele canto sossegado do quintal, gamela cheia de laranjas que ia descascando e entregando a cada um de nós. Ela era a última a saborear as laranjas. Éramos egoístas do seu carinho.

Todos os dias este cenário de amor e felicidade inenarráveis, só percebidos  tão preciosos depois,  rememorados  pela lembrança e pela saudade. Às vezes, lágrimas banham os olhos quando atualizo este momento de emoção e agradecimento pela ventura vivida naqueles dias.

Sim, aqueles dias eram assim. Simples, naturais,  tão espontâneos, que passavam despercebidos. Eles aconteciam, nós simplesmente os vivíamos. Inocentemente, seguros, em paz.

Seu ser nos unia, elo mais forte da nossa corrente, o nó dos nossos laços. Se nomes lhe fossem dados, seriam carinho, proteção, vigília, doação, ventura, felicidade, porto seguro. Coisas de mãe.


10/05/06
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 11/05/2006
Código do texto: T154267
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (753154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:24)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor