Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TERTÚLIA DAS MALEITAS

Não basta estes dias serem mal pautados
co’ América Miranda agoniada
que ao fim de meia hora bem passada
apenas quatro tertulianos ‘stão chegados.

Dos tristes nunca reza a história, isso não,
nem daqueles que a vida é só cantiga
e por mais que esta Mestra cumpra e diga
não há maneira de virar esta feição ...

Celeste das momices, gestos e risadas,
Carvalho vai ao tinto quando calha
( e nem ao burro diz “se queres tu palha ?” )
quando Eloy se dispunha a lhe seguir passadas...

Eugénia e Perpétua quase angustiadas
mas sempre prontas p’ ra marcar presença,
com Amélia e Graciett sem avença,
p’ ra este tempo agreste bem agasalhadas.

Frassino, com voz forte, o micro destilou
qu’ à América telúrica disposta
fez uma lição clara e contraposta
à voz d’ Isabel a quem o vento levou !

E ao lanche prazenteiro do cénico bar
por mini-chás e bolos migalhados
co’ estas maleitas ‘stamos bem tramados
qu’ assim um dia esta Tertúlia vai ao ar !



Frassino Machado
In RUDIMENTOS
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 01/12/2006
Código do texto: T306886
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FRASSINO MACHADO
Odivelas - Lisboa - Portugal
1760 textos (46487 leituras)
20 áudios (847 audições)
2 e-livros (22 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:32)
FRASSINO MACHADO

Site do Escritor