Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A igreja do Zóião

            O Zóião me convidou pra gente fundar uma igreja.
            - Mas Zói( é assim que chamamos ele na intimidade), eu sou ateu de carteirinha, você sacana até no nome. Que droga de igreja a gente teria condição de fundar?
            - Tem de ser especial pra fazer isso?
            - Acho que sim.
            - Então como é que tem esse monte de safados criando? Neguinho se aperta e tchicabum, monta um Ministério. Acho que tem de ser honesto não.
            - Igreja? Murmurei quase inaudível.
            - Veja bem – continuou – voce tem essa mania besta de escrever bobajada e até hoje publicou merda nenhuma( como perceberam ele era tão sutil como um elefante bêbado numa vidraçaria).
            - E?
            - Ce num viu o Edir Macedo?
            - Que tem ele?
            - Publicaram um livro contando sua história e já tascaram mais de 700.000 livros de primeira edição. Todos vendidos e lá vem vindo a segunda .
            - E o que tem O Bispo com nossa igreja?
            - Simples! Daqui uns tempos voce escreve a história da minha vida e vira bestseller. Tô até vendo! O Cardeal, nas bancas de todo o Brasil.
            Fui obrigado a concordar que o Zóião, apesar da sua mania de grandeza, subindo de cargo episcopal, tinha uma certa razão.
            - E qual o diferencial que nossa igreja teria das demais? Voce sabe que se for igual não vamos ter fiéis nem pagando.
            Ele deu uma coçada na barba rala.
            - Tava pensando em Igreja Biscateriana do Brasil.
            - Como? – será que eu havia entendido direito?
            - Isso mermo! Ou Ministério dos Ex! Vamos atender ex-putas, ex-viados, ex-deputados e todos os ex que existirem.
            - Nossa Igreja terá, além dos Evangelhos, os evanovos e os evanmaisoumenos. Pra ganhar algum extra faremos um consórcio do Céu. Centrão um pouco mais caro. Arrabalde, merreca. Favela no Paraiso, de graça.
            Eu estava sentindo um pouquinho de medo ouvindo o Zóião falando assim. Seria sacrilégio?
            - Tenho até um discurso maneiro para arrebanhar fiéis.
            - Tem?
            - Os cegos andarão; os mudos ouvirão; os aleijados enxergarão. Cara! Vai dar o maior Ibope!
            Eu começei a duvidar que ele estivesse no juizo perfeito.
            - Maginou! Eu pastor, voce tesoureiro! E a gente podia inovar . Dízimo podendo ser pago em boquete ou beijo na boca se o caixa estiver cheio.
            Depois dessa deixei ele falando sózinho. E saí de fininho espiando as nuvens escuras no céu. Um medaço do cão que caisse um raio nimim.
Nickinho
Enviado por Nickinho em 30/11/2007
Reeditado em 16/12/2007
Código do texto: T759030
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nickinho
Ibitinga - São Paulo - Brasil, 63 anos
165 textos (37474 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:28)
Nickinho