CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

O que é um aforismo?

Segundo Pires, o termo “aforismo” é oriundo do grego “aphorismós” e significa “limitação, definição breve, sentença”, aproximando-se de provérbio, adágio, entre outros assemelhados. No entanto, aforismo é um estilo de escrita que articula literatura e filosofia, em um tipo de discurso em que a percepção do mundo é realçada pela expressividade da mensagem verbalmente econômica.
Curto, breve e conciso na forma, o aforismo pode valer-se do conteúdo filosófico para estruturar-se como aquele discurso que apresenta pinceladas compreensivas sobre o mundo, a vida, a sociedade e sobre tudo o que vier a ser objeto de pensamento por parte daquele que se dá ao trabalho com a filosofia.
Hipócrates (séc. V a.C.) escreveu uma obra intitulada “Aforismos”, na qual reúne 400 deles sobre medicina. De lá para cá, vemos os aforismos filosóficos sendo produzidos incessantemente, uma vez que são extremamente úteis para comunicar a culminância de uma experiência de pensamento, ou mesmo o processo durante o qual o entendimento se clareia e se deixa vazar pela forma letrada.
Friedrich Nietzsche foi um filósofo que empregou o estilo aforismático o tempo todo, visando a expressar compreensões filosóficas sobre o que lhe interessava. Por exemplo:

“A ciência sonda o curso da natureza, mas jamais pode dar ordens ao homem. O que denominamos de inclinação, amor, prazer, exaltação e esmorecimento, isso tudo a ciência desconhece. Aquilo que o homem vive e vivencia, isso ele precisa interpretar com base em algo disponível e (assim) apreender e escolher” (Nietzsche, 1962, p. 343).

Longe de uma pretensão de verdade totalizante, o aforismo é apenas uma metodologia de expressão do pensar, razão pela qual ele exigirá do leitor que também pense, sempre à procura de um “sim”, de um “não”, de “talvez” e até mesmo de um “nada disso”.
Quem propõe o aforismo faz a experiência de compartilhar o pensado, o vivido e busca a irmandade amiga que possibilita fazer do pensamento um trabalho cooperativo, solidário e, quiçá, educativo do proponente e daquele que depara com o breve escrito.


____________
NIETZSCHE, F. Schlechta, 3 vol. 3.ed. Munique: s./e., 1962.
PIRES, M. da N. “Aforismo”. In: Dicionário de termos literários.  Disponível em: www2.fcsh.unl.pt/edtl/verbetes/A/aforismo.htm. Acesso em: 27.06.2009.


Wilson Correia
Enviado por Wilson Correia em 28/06/2009
Reeditado em 28/06/2009
Código do texto: T1671369

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Wilson Correia
Amargosa - Bahia - Brasil
1192 textos (427576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/09/14 15:40)