Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAMENTO VAGABUNDO

Preciso arrumar armários, mexer nas gavetas, examinar
papéis. Se há tarefa a que oponho resistência é fazer
arrumação.  Às vezes me ocorre que moradia deveria ser itinerante. A gente moraria por dia, por hora, por minutos, ou ao sabor da sintonia com o ambiente, humor, estado de espírito. O mundo seria um grande condomínio, com pessoas encarregadas de manter as casas em condições de receber os ficantes transitórios. Vocês poderiam argumentar que já existem os hotéis. Não, não é disso que falo. Falo de um modo de vida espontâneo,  em que entrar e sair fossem eventos tão naturais como respirar. Entrar sem fazer ficha, sem pedir licença, sem dados pessoas, sem ter que cumprimentar, sem siglas, sem local de origem, sem olhar pra ninguém, sem obrigação de sorrir, ser simpático, agradar. E sair sem dizer muito obrigado, sem precisar trancar porta, vestindo qualquer roupa,  sem levar mala, dinheiro, documento, local de destino, horário marcado, sem ter que olhar para trás, sem ver quem vai ficar esperando, sem abanar a mão, sem precisar dizer até amanhã, até logo ou adeus. Sem dia, sem noite, sem tempo. Viver como vivem as nuvens, mudando ao sabor do vento, mudando de cor, morando em lugar nenhum e ainda assim guardando misterioso encanto para poetas e artistas plásticos que as aprisionam em telas coloridas.  Estilo livre, solto, como a natureza desse pensamento vagabundo. Mas eu preciso por ordem nos armários, descartar coisas supérfluas,
rasgar papéis velhos, descartar contas pagas, remexer gavetas, organizar aquele álbum de fotografias, resolver definitivamente sobre aquele maço de cartas, poemas de amor e bilhetinhos fortuitos, pesquisar árvore genealógica, ver o financiamento da casa, pagar impostos. Que bom se tudo fosse como mágica, a gente pensar e acontecer.

Voa, pensamento, voa e traz de volta minha alma errante, meu pensamento insone, sem motivo e vadio.


30/01/2006
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 12/07/2006
Código do texto: T192674
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (752934 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:37)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor