Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENSACAO DE CRIANCA

Quando crianca, a lua era minha madrinha
e eu pedia todas as noites a bencao dela.
Depois, cansada, dormia na fraca caminha,
tranquila, protegida, garantida por ela.

Quando crianca, as estrelas estavam agrupadas
sobre o sape que cobria nossa casa pobre.
Estavam tao proximas e de tal modo amontoadas
que pareciam o manto que ao flagelado cobre.

Quando crianca, o sol ardia e o vento soprava
Numa harmonia natural e eu, me deliciava
livre, inocente pelo campo ou jardim

Eu corria, eu sorria, eu quase voava
quando o vento, pelas costas me empurrava
e a chuva caia, gelada, em cima de mim.

Rosa Maria Dias (Jotapati)
jotapati
Enviado por jotapati em 25/01/2006
Código do texto: T103967
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
jotapati
Estados Unidos
32 textos (1693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:35)