Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUETO - SANDRA FREITAS//SELMA AMARAL

COMO MÚSICA ANTIGA... // PARA RELEMBRAR
Sandra Freitas // Selma Amaral Barbosa Leite

Na tristeza da desilusão, // Quando sofremos por amor
Em meio às maiores dores, // Somos todos autores
É que muitos compositores // Poetas e  escritores
Fazem as mais lindas canções, // Escrevemos páginas inteiras
Falando de sonhos, amores... // Construindo uma história
Ou da angústia da saudade. // Regada de recordações

Nas fantasias desfeitas // Nos sonhos bruscamente acordados
Lágrimas desenham as letras // Melancolia escreve as palavras
Que um dia, na posteridade, // Que jamais serão esquecidas
Serão lidas, ou ouvidas, // Serão todas degustadas, sentidas
E, ainda, por muitas vezes // Como se não bastasse sofrer
Não serão compreendidas. // Ficamos a rememorar.

É assim que hoje me sinto // Com essa história de amor desfeito
Como uma música antiga // Que vai rasgando o peito
Que ninguém mais ouve, // Porque tanta dor provoca
E se ouve não entende. // Meu coração compreende
Sou como fera ferida // Que amor foi feito para se eternizar
Mas mesmo para mim // Ser feliz e nunca mais acabar
Eu ainda finjo, // Então dissimulo assim
Minto. // Que meu amor vai voltar!

Autora inicial: Sandra Freitas
Parceria: Selma Amaral Barbosa Leite

Selma Amaral
Enviado por Selma Amaral em 18/02/2006
Código do texto: T113597
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Selma Amaral
Arcoverde - Pernambuco - Brasil
275 textos (56023 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:41)
Selma Amaral