Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOYEUR

Olho este que da janela me vê

Ouço esta voz que da fresta canta

Procuro este som que me desperta

Busco este olhar que me espreita.

Tiras meu vestido, me deixando nua.

Caminho, caminhas também,

Quando vou ao teu encontro.

Porque foges?

Não querias falar comigo?

"Não, eu não falo,

Eu só vôo, espio...

Bato asas e...passarinho".



25/04/2006



O talento e a criatividade do Recantista Vincent Benedicto enriqueceu minha poesia com o seu comentário, por isso, reproduzo-o a seguir:


Parafraseando ou contrariando o poeta.
Apenas um voyeur - Vincent Benedicto


Passarinho sou,
Bato as asas e te espio
Não falo por que tenho bico
Fujo de ti porque tenho medo
Quando vens ao meu encontro
Não posso caminhar, sei apenas voar.
Tirei teu vestido e levei comigo
Nua como a lua, te deixei;
Agora canto de alegria
Com meu olhar espreito
Olhando-te como sou... Apenas um voyeur
 

Enviado por Vincent Benedicto em 25/04/2006 03:43
para o texto "VOYEUR"

DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 25/04/2006
Reeditado em 01/05/2006
Código do texto: T144805
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (752999 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:42)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor