Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Presente Especial

Nardélio F. Luz & Ana Floripes
www.nardeliofernandesluz.com

Eis que no chuvoso janeiro, Deus me enviou um Anjo...
Esse anunciou meu reencontro com alguém muito especial,
Com quem caminhei de mãos dadas em infinitos passados.
Estaria, no sonho, zombando de mim o núncio Arcanjo,
Falando por enigmas de um adiado presente de Natal?
Ou realmente retornava ao meu convívio um Ser amado?

Os dias que se seguiram foram de profunda reflexão,
Na tentativa vã de decifrar e entender a mensagem,
Que, com indizível prazer, eu havia recebido.
Mas para tudo na vida há o tempo certo e a razão;
E foi no ameno fevereiro, naquela fleuma estiagem,
Que veio a almejada resposta, deixando-me embevecido.

Quando uma nuvem negra, de mau-agouro, ameaçava,
Provocando prélios e tempestades dentro de mim,
A prenunciarem desânimo, descrença e desolação.
Era necessário caminhar – Deus, eloqüente, mostrava –
Enviando um brilho diário, de valor e beleza sem fim,
Um presente, sempre presente, para acalmar meu coração.

Foi enviado para ensinar-me a marchar com retidão,
A brindar às conquistas e prosseguir na caminhada,
Independente de derrotas, adversidades ou agruras.
Mostrou-me que há momentos de agir e outros de reflexão,
E conquanto longa, árida e espinhosa seja a estrada,
Dentro de nós há sempre forças, sobrepondo as desventuras.

Intrínseco, ele retornou das sombras do passado...
É nosso destino e meu prazer, caminharmos juntos,
Através do tempo e das vidas, pela imemorial eternidade.
Fomos rei e cavaleiro, ostentando brasão justo e honrado,
E embora nele brilhasse a nobreza e fosse eu um simples adjunto,
Lado a lado, tremulamos com ardor, a bandeira da amizade.

Sou agradecido ao onisciente/potente/presente Pai dos pais,
Por mostrar-me o amor impingido numa grande amizade,
Através daquele que enfim retornou para sorrir comigo.
Mostrando-me com gestos a subjetividade de palavras tais,
Que há muito me angustiava com algo que hoje sei, saudade,
Desse que foi, é e para sempre será, meu presente especial,
Meu amado amigo.
Nardélio Luz
Enviado por Nardélio Luz em 02/05/2006
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T148923

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nardélio Luz
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 49 anos
25 textos (15073 leituras)
3 áudios (96 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:42)
Nardélio Luz