Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARIA GUERREIRA

Maria anda desconfiada...
Desconfiada de certezas. - Ah, Maria...
Que queres enfim?

_ Quero pousar como as saíras
Voar como o bem-te-vi,
E arrulhar como pombinha.

_ Maria, Maria... É tarde para ti.
A resignação é o melhor caminho,
Maria, me escuta: é tarde para ti!

_ A tarde já foi e a noite chegou.
Valho o que ouso, e ouso o amanhã,
Ainda é cedo! Há tempo sim!

25 – 09 - 2002


RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 16/10/2006
Reeditado em 17/10/2006
Código do texto: T265683
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
193 textos (20242 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:49)