Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Branca

Folha dupla em branca agonia,
 Me olha como tentando arrancar , fragmentar , deixar visivel...
Uma bela poesia
Como se já não fosse dolorido de mais ter que respirar o ar sem você...
 Mais ainda me faz doer a vontade de escrever o seu não querer
Decido então nesta minha branca aflição, que nada escreverei...


Talvez seja a nostalgia que as nuvens carregadas de chuva sentem pelos dias passados
E nem adianta eu não olhar pela janela porque seus trovoes me imploram algumas linhas.


Que bobagem a minha
Pilhas de papel sem nada a dizer.

A CULPA É SUA!!!!

 Penso então...

Antes essa dor não me ocorria...
A poesia vinha morna,doce como tudo que quero
 E como os sonhos dos amantes que por devaneios assim não pretendem mais acordar...
Que não volte então. Para o diabo com aqueles seus carinhos...
Devolva-me aquele travesseiro, todos eles que de fantasia ensopei...
E que de coração quebrantado agora revejo...

AH!! AGORA ESCREVO...

Veja só que triste ironia a folha agora se encontra coberta com coisas que eu não queria...Nem sequer por um dia... Pautar...
Talvez eu queira mesmo encher essa pagina de lagrimas... E assim quem sabe o sal que escorre delas borre o que em vão escrevi e volte de novo a folha a ser branca... Pois assim que eu queria,  em um dia sem chuva  ... Recomeçar esta Antologia...
Shirlei Romano
Enviado por Shirlei Romano em 25/06/2005
Reeditado em 02/08/2006
Código do texto: T27573
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Shirlei Romano
Goiânia - Goiás - Brasil
10 textos (1249 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:01)
Shirlei Romano