Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU

EU


Eu
sou esta inutilidade
que se lê em cada rima
esta coisa nenhuma
que não presta,
esta aresta, esta esquina,
que não dobra
esta mania
de envolver a poesia
em névoa ou bruma...

Eu,
que nem tenho a certeza
de ser Homem,
e às vezes penso que sou Deus,
minto com todas as palavras que conheço,
e chego até a inventar
as que desconheço,
apenas para chatear
alguns ateus
e outros infelizes,
que aparecem no caminho
a complicar a vida,
escondendo os seus deslizes

Eu
sou ave
só com uma asa
e teimo inutilmente
em querer voar...
Nunca me atingiram em cheio
os tiros que levei
acertaram sempre no mesmo meio
de mim e sempre me levantei...

Eu
sou o insucesso
o resultado do meu excesso
de querer ser...
sou só parte
do que me deram ao nascer

Eu
sou a metade
involuntária
da minha solidão...

Eu
sou a metade
da canção que nunca te cantei
da qual apenas sei
a parte que escrevi
a outra parte
é o silêncio que te dei
e que senti

Eu
sou a contradição
latente
entre esta asa que voou
e a outra que tombou
no chão
carente

Eu
Sou...
sei eu
a coisa mais bonita
que me aconteceu
e só a mim podia acontecer
amar...
amar
apenas por viver

Eu
sou esta coisa fútil
que a vida transformou

e sente que escrever...
ainda é til
ressoa
Enviado por ressoa em 13/07/2005
Código do texto: T33669
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ressoa
Portugal, 67 anos
72 textos (1881 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:48)
ressoa