Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Da minha idade



Tenho a idade que tenho
Não sou velho
Nem sou novo
Mas as origens mantenho

Não vale a pena contar
O tempo que já passou
É preciso acreditar
Que a vida se renovou

Nos filhos que fui fazendo
Nos versos que irão nascer
E a vida sempre crescendo
Até um dia morrer

Versos não deixam saudade
Porque a Saudade é viver
O amor da Liberdade
Que eu ajudei a crescer

Ressoa
Mar 2004
ressoa
Enviado por ressoa em 07/08/2005
Código do texto: T40946
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ressoa
Portugal, 67 anos
72 textos (1881 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:38)
ressoa