Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos ao vento

VERSOS AO VENTO – 1998

Olhando as folhas caídas
Atapetando o duro chão
Peço às folhas secas da vida
Que não machuquem, apenas,
Atapetem o coração.

Cada lágrima caída do coração
Desce quente que a alma encandece
Lembra a dor da fria desilusão
Que cicatriza, mas não se esquece.

Traição, desilusão, solidão...
São bichos ruins que roem o coração
Dor maior do que as que aí estão
Não existe pior que a ingratidão.
                                                         
                                                                        Rildége Acioli



Dege
Enviado por Dege em 23/10/2007
Código do texto: T706425
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dege
Olinda - Pernambuco - Brasil, 83 anos
38 textos (1140 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:41)
Dege