Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENCRUZILHADA

ENCRUZILHADA

Atrás da porta,
Espio você saindo
Deixando o rastro do teu abraço
Saudade.
Ainda queima minha boca
O fogo do teu beijo cálido
Molhado.
E tua voz dizendo - te amo,
ATA-me,
Liame que me leva onde estás,
E me capta, me laça, entrelaça.
Já não suporto ver tua partida,
E não quero mais viver de encontros,
Despedidas.
Mesmo sendo almas gêmeas-
Predestinadas.
Amor assim, amar sem compromisso-
Conflito.
Ser ponto marcado
Uma linha de agenda,
Uma pausa no tempo,
Enquanto é dia.
Já que a noite,
Dormes em  teu palácio:
Triste cenário da tua vida insípida
De convenções e hipocrisia.

Difícil escolha de vida
Me obrigaste:
Viver esta paixão autêntica
Ou deixar de ser assim – dividida.

28/10/2005
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 12/12/2005
Código do texto: T84735
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (752969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:13)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor