Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Você está aqui

Você deveria estar aqui. E está.
Fisicamente, não. E quem disse que
Fisicalidade é o que realmente conta?
Bobagem! Sua presença significa mais.
Está tão presente como quando esticava
Aquele longo olhar a me colher como o
Rebento, verdadeiro fruto seu.
Seu denso silêncio me silenciava. Nunca
Entendi, mas jamais deixei de sentir.
Aquilo era uma cumplicidade tácita.
Sabe... isso não acaba...
Brigamos, como quem ama sabe fazer.
Aproximamo-nos, daquele modo que só
Os que se pertencem sabem se dar.
Quando a decisão fundamental cabia a
Mim, você não dizia não, nem sim.
Era comigo, se lembra? E eu me mandava.
Distanciamo-nos, como só os que se respeitam
Se distanciam. E em todas essas idas e vindas
Um sutil cordão humano nos mantinha atados.
Pai, um dia você se foi, mas se deixou em mim.
Wilson Correia
Enviado por Wilson Correia em 18/11/2006
Reeditado em 26/11/2006
Código do texto: T294611

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilson Correia
Amargosa - Bahia - Brasil
1192 textos (498117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:07)
Wilson Correia