Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FILHA PRÓDIGA

Mar verde de minha alma,
Enfim posso rever-te...
Cansada da longa jornada,
Revigoro-me ao reencontrá-lo!

Mar verde de minha alma,
Aqui estou de volta.
Abraça-me majestade,
Sou a sua filha pródiga...

Acolha-me em suas espumas,
Que são fartas, suaves e claras.
Beija-me com suas águas cristalinas,
E dance comigo no embalo,

Das ondas ritmadas e brilhantes,
Que, bailarinas encantam,
Até mesmo, os que não sabem dançar!

Apóia-me em suas areias mornas,
Que não só apóiam como também aquecem,
Os frios pés, que já não podiam andar!

01-04-97










RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 02/10/2007
Código do texto: T677219
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
195 textos (20484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 23:47)
RÚBIA BOURGUIGNON