Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A pena!


Tenho pena de mim...
Tudo porque sinto
Um grande amor.
 
Tudo porque peno
em escrever esse amor.
Sim: Tenho pena de mim.
 
Peno porque minha pena,
esta companheira que me ama,
e que tanto amo,
teima:
Não quer escrever esse amor.
 
Resiste a pena aquietada,
Somem as palavras...
Dura é a vida de um poeta que ama!

Peno porque penso
nesse grande amor.
Será que os poetas não sabem amar?

Tenho pena sim
Mas ela não quer
por nada descrever meu amor!
 
Hoje a entendo,
       compreendo-a.
Simples: Jamais,
em tempo algum,
nenhuma pena,
por onde for,
descreverá a cena
desse grande amor!

Será que os poetas não podem amar?



Uma homenagem ao esforço que nós poetas fazemos para escrever o amor! Esta foi mais uma das minhas tentativas.
Flavio Tatu
Enviado por Flavio Tatu em 14/03/2006
Código do texto: T122938
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Flavio Tatu
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
20 textos (1889 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:40)
Flavio Tatu