Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ISAMAR

Às vezes, a solidão não me deixa acalmar,
Então, me pego a procurar o meu sonhar.

Lanço o meu farol a iluminar,
A procura de um olhar.

Que nem sei se é verde como o mar
Ou se é azul da cor de o ar.

Que nem sei se é preto como o luar
Ou se é castanho da cor de o meu piscar.

Não sei nada de o meu lar,
Mas sei que um dia ela vou amar.

Longe de o meu pegar,
Mas perto de o meu andar.

E pra que procurar?
Se, me reflete o seu brilhar


Tássio Telles, Nazaré da Mata/PE, 10 de fevereiro de 2003.
Tássio Telles
Enviado por Tássio Telles em 17/05/2006
Código do texto: T157644

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tássio Telles). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tássio Telles
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 36 anos
55 textos (1705 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:20)
Tássio Telles