Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A morte e o anjo!

Chega um tempo
Em que a morte ronda
Nossa história.

Chega sempre sem aviso
A rondar a nossa sorte
A tirar o nosso riso...

Tem estranho sabor no começo
Meio amarga, de secura precisa,
Que embaça a vista
E confunde tristeza rasa
com rara azia.

E nossa história, antes imaculada,
Parece entrar em desabalado epílogo.

Mas há de ser a morte um anjo,
E dos bons,
Que nos tirará a amargura,
Nos molhará a alma,
Nos acenderá a vista
E nos ascenderá à vida!

E é este anjo bom
Que nos mostrará
Que a presença da morte
Traz forte a existência da vida!


E, então, veremos melhor a vida,
Que já vinha esquecida!

É para isso que serve a morte:
__ Para nos mostrar a vida!


P.S. Esta poesia é uma homenagem a uma grande amiga, que me ajudou em todos os seus momentos e que me ajuda até hoje!  Me mostrou melhor a vida!
Sua morte não foi em vão!!!!
Flavio Tatu
Enviado por Flavio Tatu em 27/07/2006
Código do texto: T203267
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Flavio Tatu
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
20 textos (1889 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:45)
Flavio Tatu