Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acorda amor...

Afague esse dia ouvindo esta canção, 
ecoada dos pássaros que lá fora e trinam...
Deixe-se envolver nesta pura emoção
Doando abraços a palavras que rimam .

Despreze a névoa desse olhar sem vida
Que trás a ausência, aos versos sem rima!
Acorda amor, abra o reposteiro da alma e siga,
clareando a penumbra dolente jaz que prima...

Deixe-me aquecer-te a aura, que ora gélida
Dormitou na noite parva de sua solidão.
Sinta olores das flores encantando a crisálida
entregando-se ao belo e matize a imaginação.

Acorda amor... A brisa lhe espera no orvalho
Dessa manhã saudosa, em que o sol sorri,
Da noite nublada que pranteou o Carvalho,
Secando galhos que ao exorar, põe-se a florir...

“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
14/10/2006


Leitura recomendada... "TONTO IMO."..

Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 15/11/2006
Reeditado em 11/08/2008
Código do texto: T291953
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65339 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:43)
Deth Haak