Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cor-da-da ás Emoções...




A cor-da-da às Emoções.

Azul nathiê...Encontro de nuvens mãos ao tocar meus lábios nos lábios de minha boca, desnudar do corpo atirando à roupa saciando a louca, preliminando as intenções olhares ensandecidos.

Alaranjados cítricos... Escala prenunciada de desejos incontroláveis no atritar de peles exalando perfume dos poros abertos nos lampejos apetecidos fertilizando a mente incitando hormônios.


Vermelho rubi...A bebida preciosa aguça sentido do corpo, na busca incessante de outro corpo. Desvendando suavidade, absorção saboreada. Ósculo... delírios indizíveis na languidez dos sentidos.

Verde limão...Sinfonia dos beijos doces em palavras de amor, sopradas no calor dos corpos úmidos na alcova de pétalas. Prometendo mundo na piola da língua declamado os versos de amor existido.

Rosa rei...Amanhando volúpias apascentando batimentos nos deleites sentidos. Apaziguando águas vazadas nos flúmens, afagando corpo solfejando hinos, afinação de harpas nos desvarios.

Preto azulado...As sombras penumbradas dos corpos eriçados, exalando perfume de semen, misturados ao suor, empreguinando aromas, as pétalas salpicadas nos lençóis.

Branco- neve... Banho morno imersos em banheira espumosa entre sais e ervas, testunhado pelo champangne borbulhando nas taças, comemorando enlace ornado pelas chamas de velas .

Os matizes... Emoções agregadas ao som de Chopin voejam fadas,salpicando notas doces nas cores pintadas. Rubi realçando erotismo na magia do amor,reacende a chama nos corpos banhados .


Azul... Nos toques das afinações corpóreas, nos beijos molhados adocicados pelo champagne. Infamam os alaranjados na espuma do branco, suavizando O toque do róseo vibrante, reina o preto azulado retornando ao leito.

Roxo matizado... Qualificando as energias, de gemidos insanos de arquejar respirado, descompassadas roçaduras extravagantes da sanha desencontrada. Nos arranjos desvirtuados na entrega dos amantes ao colorir emoções. matizo o orbe nos lençóis da razão. Libero lilás em suas nuancem.


Deth Haak

19/08/2005



Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 21/08/2005
Código do texto: T44106
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65378 leituras)
50 áudios (9723 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:05)
Deth Haak