Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PONTO FINAL

Sonhar... sonhei o sonho mais lindo.
Sofrer... sofri o sofrimento todo.
Cantar... cantei o canto que sinto,
Por todo o tempo ter sido tôlo.

Gritei, se era a hora ou se não era.
Lutar, então, lutei até onde
Me permitiu o tempo ou aquela
Que chamam de vida, ou fonte.

Caminhei tanto, que minhas pernas
Fraquejaram e não andaram mais.
Sobrevoei, todas as terras
E murmurei, cansada, todos os meus ais.

Chorar... chorei todas as lágrimas
E as que restaram já não se importam
Se vão, se ficam, se devem secar...
Rezar... rezei; Ter fé eu tive.
Que fazer agora? Nem sei se existe
Motivo ou não para pulsar?

Renascer... renasci e entrei de volta
No mesmo túnel e rotina
Que me trouxeram até aqui.
E, por entre páginas da vida,
Cheguei à última e querida
Que, além do regaço, deu-me o fim.

Essa mão amiga me serviu  de guia
E apesar de velha e enrijecida,
Curou, enfim, a minha ferida.
Me vi, então, onde já estava escrito
E, nas dobras do tempo já perdido,
Consegui, então, me encaixar:

Suspirei meu último suspiro,
Sorri meu último sorriso,
E assemelhei-me ao ar.
Apenas semelhança, pois o ar, eu sei,
Embora nada pareça, tem importância,
Enquanto eu, nem isso tenho!
RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 19/09/2005
Código do texto: T51763
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
193 textos (20241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:59)