Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração de pedra


Foi neste trapo de chão
Que plantei minha quimera
Agora é só recordação
E dele nada mais se espera

Foram tempos de dedicação
De sol a sol como pudera
Calos perfeitos em cada mão
E a esperança, urrava como fera.

Terreno que dantes fora fértil
Hoje não há o que carpir
Um solo vencido e inútil

Desfeito por magoas do existir
Coração rancoroso e fútil
Pobre terra só noite dela pode sair.

Enide Santos 11.01.17
Enide Santos
Enviado por Enide Santos em 11/01/2017
Código do texto: T5879162
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enide Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
533 textos (5952 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/05/17 10:58)
Enide Santos