Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Maria
Tarcísio R. Costa

No ano passado, quando estive aqui,
Já era o fim da primavera...
Conversei com a Maria,
Ela me dizia
Que a sua vida é bela,
Falou-me cheia de amor,
Me disse que a casa dela
Está toda florida,
Lá, tem rosas de todas as cores,
Disse para ela que eu adoro margarida.
Ela se enciumou, então esclareci
Que era a margarida das flores...

Ela ficou ruborizada.
Eu não sabia,
Ela estava apaixonada
Por este pobre plebeu do amor.

Perguntei sobre sua paixão
Ela ficou calada
"Quem cala consente" e quer amar
Maria é doce como mel
É ternura o seu olhar.

Seus olhos têm o brilho das estrelas,
Seu sorriso conquistou o meu coração,
Nunca mais esqueci da minha Maria,
Agora, volto cheio de ansiedade
E ela não está mais aqui,
Ele sumiu quando despertei do meu sonho
Fquei cheio de saudade.


Brasília, 25 de novembro de 2005
Tarcísio Ribeiro Costa

Tarcísio Ribeiro Costa
Enviado por Tarcísio Ribeiro Costa em 30/09/2007
Código do texto: T674520
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tarcísio Ribeiro Costa
Brasília - Distrito Federal - Brasil
547 textos (37011 leituras)
14 e-livros (613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 07:41)
Tarcísio Ribeiro Costa