Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade

Acordei no desespero de te ter
te embalar no compasso do vento
como se fosses um menino
que adormece descalço para renascer
no utópico que existe
quando amar é possivel
Acordei de estômago vazio
esperando que do meu estado mórfico
resulte a sede que me vai nos ossos


Tânia Tomé
Enviado por Tânia Tomé em 17/01/2006
Reeditado em 19/06/2008
Código do texto: T99910

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Tomé
Moçambique, 35 anos
39 textos (3209 leituras)
1 áudios (48 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:35)
Tânia Tomé