Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim Diz o Poeta... entre linhas (POLÁRES)

Assim diz um poeta:

Declamando a voz liberta...
Morte
Consorte
Sem inspiração,
Para alocução...

Quisera eu que não existisse,
Bruma nevoenta, no triste olhar
No nada somente a razão .
Na poesia dos poemas hiatos de emoção achar...
Que se encontra em noites sombrias,
Estrelas luzidas iluminando o pensar,
Noites sem esperanças e descrenças,
No orbe de seu corpo, escrevendo versos me achar...
Com um doce e suave pedido do coração,
Em sinfonias angélicas, entre pássaros e flores despertar.
Á Deus que esta além do infinito,
Preces em poemas,homilias nos estros de amar...
E eu na linha azimutal,vejo a Deusa Negra,
Envolvendo-me nas sedas negras chispadas a valsar.
Que vem depressa querendo cumprir seu destino,
O desfecho do verso escrito. Ceifando a hora de meu versejar ...
E eu não vejo nenhum motivo,então sucumbo.
No último pedido a Deusa, Morrendo de prazer em meu poetar...


Entre linhas , com Afrânio Garcez Polares, e sem a permissão do mesmo.Poetei em seus comentários, em agradecimento a referencia feita a essa poetisa!
Ai vai , guerreiros e guerreiras de Orfeu, um texto que fala na alma! Poeta ,o meu muito obrigado pela oportunidade, de me sentir poetisa, entre suas magnânimas linhas!

Afrânio Garcez (Polàres)X "A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
30/3/2006




Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 08/04/2006
Reeditado em 09/04/2006
Código do texto: T135718
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65340 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:31)
Deth Haak