Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

KAIO, O GRANDE

À KAIO, MEU SOBRINHO, EM SUA INFÂNCIA.


KAIO, O GRANDE


Dá licença, doutor, que eu já vou passar.
E cuidado comigo, seu desajeitado,
Se não sair logo da frente, dou um sopapo
Bem na ponta desse seu nariz exagerado!

Ah! Até que enfim! Lá estava tão apertado!...
Aqui é bem grande, é bem largo,
Aqui é legal, maneiro... é o maior barato!
Cheguei, minha gente! Este sim, é o "meu espaço!"

Sou fortão, brancão, grandão, parrudo...
Sou corajoso e tenho um pavio tão curto,
Que se me aborreço, fico logo todo vermelho,
E, se não ganho no tapa, ganho é no berro mesmo.

Sou valente, não tenho medo de nada,
Sou esperto, inteligente e sou "safo".
Mas, quando meu tamanho não ajuda, fico irado;
Porém, tenho cá meus truques para resolver meus casos.

É que sou, também, dengoso, charmoso, gostoso;
Sou dono de um narizinho poderoso
E meu olhinhos, então, nem se fala:
É só olhar, sorrir e pronto: ganho qualquer parada.

Mas... tem gente que pensa que sou bobo
E tenta me levar no papo.
Ah! Ah! É aí que saio com cada uma,
Que deixo todo mundo abismado!

Às vezes, pensam que me enganam,
Mas é que fico com peninha deles, sabe?
Deixo que pensem que me enrolam,
E acabo fazendo, mesmo, o que queria... é claro!

Com meu skate, viajo o mundo todo;
Se pego meu velotrol, ganho até de Ayrton Senna;
E, se alguém ameaça ganhar de mim,
Dou uma rasteira e... pronto. Resolvo logo o problema.

Assim é que sou, " meu chapa"
E sei que faço o maior sucesso!
Mas se você aí, não vai com a minha cara
E quando me vê, fica de nariz puxado...

É só chegar pertinho. Vem cá,
Abaixa aqui, só um pouquinho... BUUMMP!!!'
Toma aí, esse cruzado de direita, seu babaca!
Pronto. Tem mais é que se danar.

Mas... Se você é meu fã,
Abaixa mais um pouquinho só...
UUPPAAA!!!Toma esse abraço bem apertado
E esse beijão estalado, gostoso e... babado!

E tenho dito. Agora chega de papo.
É que eu tenho um encontro marcado
Com a maior gatinha do pedaço,
Que foi só me ver e... pronto. Já gamou!
Mas... cá entre nós, cara, aqui eu sou o sultão.
Não tem para ninguém, eu sou o máximo
E, no meu harém, eu simplesmente... arraso!

08- 05- 1991
 
RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 22/08/2006
Reeditado em 24/08/2006
Código do texto: T222367
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
193 textos (20241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:15)