Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM VIVER DE SAUDADES
Tarcísio R. Costa

Ao ouvir contigo aquelas lindas canções que marcaram o nosso passado,
Há um regressão de tudo o que se perdeu no tempo.

O som é magia que faz ressuscitar o passado
E, então, observamos como éramos tão apaixonados,
Como viviam os nossos jovens corações,
Assim, tão sonhadores...


Sempre nos entardeceres na pracinha de flores
Ficávamos num banquinho, Aqui, acolá apareciam Agitados beija-flores,
Vinham nos ensinar como fazer carinho,
Era bela a nossa vida, assim.

Acho o passado uma triste fase da vida,
Ele nos despreza, Some, fica com quase todos sonhos.

Tudo aquilo que sentiam os nosso corações,
Se transformam em cicatrizes de ilusão,
Como uma esperanças perdidas.

A vida continua cheia de lembranças,
Que, às vezes, sangram os nossos corações.
Perdemos, não sei o porquê,
Facilmente, as nossas esperanças...

Qualquer sopro apaga as nossas ilusões...
Mas, nunca destroem o verdadeiro amor...

Os versos do poeta fazem fluir esses pensamentos,
Eclodem do passado fantasias
E a dura realidade,
Formam uma miscelânea de amor, saudade e melancolia...
Sentimentos trazidos pelo poeta, através da poesia,
Representados concretizado na saudade.


Brasília, 04/01/2006
Tarcísio Ribeiro Costa
Tarcísio Ribeiro Costa
Enviado por Tarcísio Ribeiro Costa em 29/09/2007
Código do texto: T674140
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tarcísio Ribeiro Costa
Brasília - Distrito Federal - Brasil
547 textos (37704 leituras)
14 e-livros (613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 09:27)
Tarcísio Ribeiro Costa