Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTE POESIA

De onde vem essa chama que chama e nos chama.
De onde vem essa ignorância que nos torna tão ignorantes.
E, de onde vem toda essa força que nos torna tão fortes,
E ao mesmo tempo tão fracos.
Qual seria a verdadeira poesia?
Qual será a verdadeira canção, ou mesmo melodia,
Que cresce aqui dentro, fazendo de cada um de nós
Vazios e cheios de encantos.
Qual será a verdadeira razão dessa explosão?
Explosão que me corta o coração...
Seria capaz de tomar meus encantos.
Deixando uma semente que, uma vez lançada,
Cria tanta dor e tristeza...
Porque  minha alma prende essa coisa amarga,
Aqui dentro, transformando tudo em nada.
Porque lágrimas não caem em meu rosto?
E porque não me liberto deste mal, ou
Mesmo deste encosto ou,
Será desgosto?!
Seria eu um poeta ou seria um profeta?
Seria eu um anjo ou seria eu um arcanjo?
Seria eu um ser ou ser seria eu?
O que seria de mim sem mim mesma?
O que significa a palavra?
O que significa o diálogo?
O que significa você...?
Sinceramente, não entendo.

Luana Mayara de Mello     7ª Série
Escola Mª Helena
MARCIA ANTUNES
Enviado por MARCIA ANTUNES em 10/09/2007
Código do texto: T646701

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MARCIA ANTUNES
Pontal do Paraná - Paraná - Brasil, 59 anos
22 textos (1259 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:23)
MARCIA ANTUNES