Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INVEJANDO A GAIVOTA - À poetisa Selene

Quem somos nós para ter a liberdade da gaivota, que sai do ninho, dá as primeiras batidas de asas e, quando encontra o horizonte, parte para outras plagas?
Imagine se pudéssemos voar e ter o infinito para conquistar, sem delimitação de tempo e espaço!
O máximo que podemos, é sonhar que estamos voando, imitando a liberdade dos pássaros, nas asas da imaginação!
Ricardo De Benedictis
Enviado por Ricardo De Benedictis em 10/06/2006
Código do texto: T173046

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo De Benedictis
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 77 anos
1214 textos (272323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:19)
Ricardo De Benedictis