Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FERREIRO E O BURRO

Seguia pela estrada poeirenta
Que demanda às paragens do sertão,
Velho Ferreiro em caminhada lenta
A meditar, sozinho, em solidão.

Atrás, cavalgadura pachorrenta
Desferrada, a mancar, chama a atenção,
Que triste sorte! Que infeliz tormenta!
E passa levantando o pó do chão.

- Ah! Pobre e velho burro! - Pensa o artista
Curvado a caminhar, turvada a vista.
Mas com pena do pobre irracional.

- Pobre Ferreiro Velho! - Pensa o burro,
(filósofo da estrada, Dom Casmurro)
- Por que não me cavalga esse Animal?
Lucan
Enviado por Lucan em 26/02/2006
Reeditado em 08/04/2006
Código do texto: T116420
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86939 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:49)
Lucan