Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



O absurdo...

Ah, querer amar no amor e dele duvidar
dele só propalar, não tive não tenho,
nem sei onde esta! Só o quero encontrar,
mentiras serenas,temerosas de empenho.

Ah, viverá por toda eternidade a procurar!
Em luas desalmadas, o cupido cusquenho
que aponta a flecha, alvejada no perdurar
não depara com eco, nem vê desempenho!

Ah, como quer amar amor,se nem mesmo se ama?
São lorotas que doem,sangrando a ferida,
dizes-me do amor amado e do amor reclama!

Ah, paixão! Amor não é só chispa na lida,
É brasa encanecida, no vento que é chama,
flana luzida, crispa noivem ,erigida vida...

“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
23/7/2006


Leitura recomendada, “ GERANDO UM POEMA” Obrigada por você existir, Guerreiros e Guerreiras de Orfeu!

Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 30/07/2006
Código do texto: T205203
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65345 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:11)
Deth Haak