Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TRAIÇÃO

Se um dia aparecer-lhe bem à frente
Uma qualquer forçando a sua porta,
Escaveirada, pálida, doente,
Uma infeliz, perrengue, quase morta,

Ponha a correr a peste inconveniente.
Essa danada todo o mal exporta
E nem é uma coitada, apenas mente,
Enganando estar doente e quase morta.

Ela não diz, mas, chama-se: traição,
Engana a todos, rouba e mata em vão,
É rústica, indomável, sem piedade.

Se tiver dó e der-lhe uma guarida
Ela trará o inferno à sua vida
Como faz sempre à pobre humanidade!
Lucan
Enviado por Lucan em 07/08/2006
Código do texto: T211090
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86948 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:03)
Lucan