Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUCAS E A CORUJA

À MEU LINDO E MUITO AMADO NETINHO DE CINCO ANINHOS, O LUCAS


LUCAS E A CORUJA


Ainda ontem, eu brincava de boneca.
Escalava árvores, pulava amarelinha,
Ora era professora, ora campeã de petéca,
Fazia peraltices e usava trancinhas.

Ontem ainda, o primeiro namorado.
E tudo, num diário, muito bem registrado:
Meus segredos de mocinha, até o beijo molhado?!
A primeira dança coladinha, o primeiro abraço...

Hoje, eis-me aqui, velando o sono de um anjinho,
Num silêncio absoluto para não acordar
O meu primeiro netinho, o meu reizinho.

Agora, vejam só: sou uma avó coruja.
Também, pudera... ele é de uma beleza tão rara,
Que do fascínio de LUCAS, não há quem fuja!

RÚBIA BOURGUIGNON
Enviado por RÚBIA BOURGUIGNON em 04/09/2006
Reeditado em 04/09/2006
Código do texto: T232724
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RÚBIA BOURGUIGNON
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
193 textos (20241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:47)